500 dias com ela

Summer não é uma pessoa horrível. Aprenda a lidar com o não.

Quando as pessoas assistem 500 dias com ela costumam julgar a Summer por não ficar com o Tom. Ela não está errada. Ela não é obrigada.

Sim, ela não é a errada. Desde o começo ela disse que não queria nada, ele quem criou expectativas e ilusões, no final acabou sozinho, frustrado e colocando a culpa nela pelo mundo de coisas que ele mesmo criou.

Depositamos expectativas altas nas pessoas e ficamos frustrados quando não são correspondidas, procuramos um culpado, e ele nunca sempre é a gente.

As pessoas não são obrigadas a gostar da gente. Algo que eu percebi é que os filmes de Hollywood nos ensinam é que devemos corresponder quando alguém gosta da gente. É doentio pensar que quando alguém gosta de você, você tem obrigação de gostar também porque alguém no planeta decidiu que você vale a pena, não é?

Por qual razão a Summer é errada? Ela disse que não queria nada desde o começo e ainda sim as pessoas veem ela como uma pessoa ruim. Ela só é dona de si mesma. Tom que é iludido.

Não devemos depositar nossa fé onde não tem esperança, as pessoas não vão corresponder, elas não têm essa obrigação. Não somos obrigados a gostar de toda a pessoa que ama a gente, não é saudável entrar numa relação assim. Você não gosta dele mas dá uma chance, quem sabe você não aprende depois? Isso é repulsivo! Você não precisa fazer esse papel, entre em um relacionamento onde os sentimentos são com toda certeza correspondidos.

As pessoas não vão corresponder você sempre, quanto mais cedo a gente se acostumar com a ideia mais fácil fica, a vida segue. A pessoa não é um ser humano que merece arder no inferno

Like what you read? Give Sorry, I am not Blair. a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.