Não trabalhe 8h por dia, mesmo sendo CLT

Eu tenho falado isso seguidamente para o pessoal que trabalha comigo. Principalmente para os meus liderados. Parece estranho, mas não estou defendendo a diminuição da jornada de trabalho. O ponto que eu quero levantar é que se você tem uma jornada de trabalho de 8h, você deveria produzir em 6h de forma que te sobrasse tempo para fazer outras coisas. E de que outras coisas eu estou falando? Não é jogar video game, dormir nos puff do escritório, ficar viajando no café da empresa, nem nada disso. Também não estou indo contra essas coisas, as vezes é bom e importante dar uma relaxada, até mesmo durante o horário de trabalho. Estou falando da sua carreira. Usar o tempo que sobrou para fazer algo que vá agregar valor para o seu crescimento. Escrever algum artigo. Ler algum blog. Preparar alguma apresentação. Testar alguma tecnologia nova. Estudar algum idioma. Sabe aquele tempo que você vive dizendo para os outros que não tem. Pois então, com um pouquinho de organização e força de vontade você pode fazer muita, muita coisa.

Aí você vai me dizer: Mas nunca me sobra tempo. Então agora aqui vai um pouco da minha opinião: o grande problema hoje em dia é que quando você recebe uma demanda com uma estimativa, vamos chutar um valor, de 12h, você aceita aquelas 12h como deadline e gasta as 12h. Principalmente quando a tarefa é fácil, ou um problema que a solução é conhecida. Você começa a trabalhar na marcha lenta, vai se enrolando, sabendo que é só para amanhã e acaba levando as 12h para entregar. Quando você entrega, você recebe outra demanda e esse ciclo nunca se acaba. Afinal de contas você está ali para trabalhar, o jogo da vida é assim. Mas daí para e pensa comigo: vai passar 1 semana, você olha para trás e você só trabalhou. Passa 6 meses, 1 ano, 2 anos e você só trabalhou. Quando passar todo esse tempo, olhar para trás de novo e só tiver trabalhado, você vai ter perdido 2 longos anos da sua vida. Acredite, é frustrante só de pensar, não é verdade? Por que o que foi que você fez para a sua vida ou para sua carreira? O que foi que você fez para você mesmo?

Então eu quero te desafiar a mudar isso. E o exercício é bem simples. Quando você receber uma demanda nova no trabalho, coloque um prazo para si mesmo em 75% da estimativa. Exemplo: se a estimativa for de 8h, entregue em 6h, se for de 12h, entregue em 9h, se for de 1 semana, não deixe para sexta, entregue até o meio dia de quinta. E use o restante do tempo para uma das atividades citadas lá em cima. Ler, estudar, escrever, etc…

E quando chegar sexta-feira, faça uma retrospectiva da semana: O que foi que eu fiz essa semana para mim? Eu sei que nem sempre será possível fazer isso, mas se você se organizar e começar aos poucos, verá que em pouco tempo você já vai ter feito mais do que você fez nesses últimos 2 anos.