Eu vou ter saudades

Você é aquela lembrança boa de uma época fácil, de um tempo em que eu descobri o que era me apaixonar e qual seria a definição disso. Deve ter sido tua recepção animada quando eu te vi pela primeira vez, seu interesse em saber de onde eu tinha vindo e como era minha vida antes de chegar ali, tudo isso tornou a experiência de uma nova vida, em um lugar novo, muito mais tranquila. Sou grato por isso.

Você é aquela lembrança de momentos genuínos de felicidade, de andar de bicicleta juntos pra cima e pra baixo, de pegar um som portátil pra me apresentar sua canção favorita da Floribella, de nos encontrarmos escondidos nas escadas de incêndio do condomínio só pra conversarmos sem ninguém atrapalhar.

O tempo passou, mas você nunca saiu da minha vida por completo, você é aquela lembrança de laços fortes criados, não necessariamente comigo, mas com todos que me rodeiam.

Então arrisco dizer que você não é aquela lembrança, você é essa lembrança, sempre presente e vívida em mim e em todos que você invadiu com tua energia. Hoje seria seu aniversário e eu nunca teria coragem de dizer que você foi a primeira vez que eu descobri o que era ser bem-querido e especial pra alguém.

Lembro até hoje quando após passar o dia brincando ao seu lado, fui pra casa e ansiei dormir e acordar logo para estar com você novamente, eu estava com saudade.

Eu vou sentir saudades e isso é só você me invadindo e me contagiando, mais uma vez.

Pra sempre.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.