Qual linguagem de programação devo aprender?

Sempre acho divertido quando alguém me pergunta que linguagem de programação é a melhor.

Deixa eu contar um pouco da minha história:

Eu comecei com 13 anos, um vizinho ganhou um computador portátil e eu, ele e mais um amigo passamos as férias inteiras com o brinquedo novo.

Levou um tempo para eu entender o que era i = i + 1. Eu perguntava ao meu amigo: Como diabos o i pode ser igual ao valor de i +1? Ai ele explicou que a interpretação correta era i recebe i + 1. Ai eu entendi.

Programavamos tudo em BASIC e os programas eram gravados em fita cassete. Se você não sabe o que é fita cassete, dá um Google ai que você acha.

Com 17 anos eu estava na Universidade e o primeiro estágio veio quando eu estava com 18. Comecei a programar em COBOL.

Em 1986 consegui meu primeiro emprego de Programação e programava novamente em BASIC. Passado um pouco de tempo comecei a programar em DBASE e logo depois apareceu o revolucionário Turbo Pascal.

Programei muito em Turbo Pascal e ele se tornou minha linguagem de referência na época e inclusive usei para criar CGI apps que rodavam na época em um servidor IIS no Windows NT.

Por volta de 1992 eu consegui um contrato para programar em Clipper e lá fui eu entender Clipper.

Em 1995 comecei o mestrado e a necessidade para programar em C apareceu.

Nessa época também eu creio que surgiu o Delphi e eu aprendi a programação orientada a objetos.

Fui também professor de Algoritmos e estrutura de dados em uma Faculdade por 4 anos.

A vida evoluiu um pouco mais e imigrei para o Canada e mudei de área e fiquei 18 anos sem programar. Eis que surge o iPhone e me interessei em criar uma aplicação. Estudei obctive-C e lancei meu App na loja, mesmo estando 18 anos sem programar nada.

Hoje mantenho a programação como Hobby.

Qual o meu ponto?

Você tem que aprender o que vai te ajudar a progredir e produzir algo. Se ganhar dinheiro com isso melhor ainda.

Boa sorte!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.