Procurando… palavras e provérbios

Consegui um tempinho pra assistir “Procurando Dory” essa semana. Li algumas polêmicas, algumas críticas boas e outras ruins, mas queria falar de duas coisas que me chamaram atenção no filme e quero compartilhar: Palavras e Provérbios 22:6.

PALAVRAS: palavras tem o poder de curar, motivar, alegrar ou entristecer alguém, e dentre os vários significados no dicionário, um deles é doutrina e ensinamento. Palavras podem levar uma pessoa ao céus ou jogá-las num abismo. No filme isso é bem exemplificado quando algumas palavras que Dory ouve são diretamente relacionadas a lembranças do passado. Algumas palavras soavam negativas, outras positivas, mas sempre traziam algo sentimental, fazendo ela avançar ou retroceder na sua jornada.
PROVÉRBIOS 22:6: Dory agia de forma estranha muitas vezes e durante o decorrer do filme é possível entender que muitas atitudes dela vieram de ensinamentos de quando era pequena (mesmo não lembrando como aprendeu, ela praticava o que seus pais haviam ensinado). Na primeira cena eu já pensei neste versículo, pois entendo que o que semeamos na vida de uma criança hoje poderá ser colhido no futuro. Por mais simples e bobo que pareça pra alguns, ensinar o caminho correto a uma criança, desde o dizer a verdade e não mentir, ensinar a palavras de Deus com atitudes e gestos de amor, podem mudar o futuro dela lá na frente.
Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles. Provérbios 22:6

Que as palavras que saírem da sua boca sejam para abençoar sempre e nunca amaldiçoar e que sempre que você estiver frente a alguma criança, seja um exemplo e semeie palavras de vida para que ela cresça e dê frutos.

Marcos Assis

Like what you read? Give Marcos Assis a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.