Ninguém fala de quem mais deveria usar redes sociais: POLÍTICOS

Essa é a primeira eleição que eu trabalho diretamente com políticos, através da Megaphone. Claro, o Tiago já tocava a empresa antes, mas esse é o primeiro ano que ela faz parte da MTP Media.

Por 6 anos eu trabalhei com Social Media para o mundo corporativo e todo mundo falava “uma marca não existe sem uma presença digital bem estabelecida”, “é um lugar pra ouvir os teus consumidores”… Em muitas reuniões com clientes, eu mesmo usava desses argumentos em busca de um pouco mais de verba pros nossos projetos.

Acabei me afastando um pouco disso, trabalhei um tempo com Suporte Técnico em redes sociais e agora me tenho me envolvido nas produções políticas com a Megaphone. E uma coisa é recorrente: todos sabem que redes sociais são importantes. Mas pouquíssimos usam de verdade.

Em 2016, o perfil da eleição mudou muito. A nova lei eleitoral mudou de 90, para 45 dias o período oficial de campanha. Cortou muitos materiais gráficos também. A eleição agora é mais curta e com menos material impresso.

Tem muitos candidatos já se perguntando:

“O que eu vou fazer agora? Tá tudo proibido!”

Eu respondo essa pergunta pra ti: abre teu facebook. Ali tu deve ter pelo menos 500 possíveis eleitores. Se tu for candidato a vereador de uma cidade pequena, esses 500 já te elegem. E nem precisou levantar da cadeira.

O poder que uma rede social como o Facebook tem é um ativo GIGANTE pra todo candidato.

Você pode fazer enquetes de problemas populares, descobrir a principal preocupação dos habitantes da sua cidade e gravar um vídeo com as suas propostas pra esse problema.

Essa semana mesmo o Facebook liberou transmissões ao vivo pra todo mundo. Ou seja, a qualquer hora, qualquer pessoa pode pegar o celular e fazer uma sessão de perguntas e respostas com teus possíveis eleitores.

E eu nem falei de Twitter, Instagram, SnapChat, YouTube…

Um político do século XXI precisa saber flutuar um pouco entre tantas plataformas. Nos Estados Unidos, Bernie Sanders (pré-candidato à presidência) de 74 anos e tem o subreddit político com maior crescimento de inscritos e engajamentos. Só rapidinho, pra quem não sabe: subreddit é uma espécie de tópico dentro de um “fórum” chamado Reddit — que é conhecido por ser um dos sites mais acessados do mundo (na frente de microsoft.com, por exemplo).

Se você não conhece ninguém que trabalhe com comunicação digital pra te ajudar, chama um filho, sobrinho, afilhado teu. Com certeza ele vai saber te mostrar como fazer cada uma dessas coisas.

Um representante público não se comunicar publicamente é um problema enorme. Ele precisa saber expressar as ideias dele pra 500 amigos no Facebook. Em 45 dias, ele não vai ter tempo de visitar todas as casas da cidade e apertar a mão de todo mundo.

Em 2016, se um político quiser ser eleito, é bom ele começar a interagir. É bom ele mostrar nome. Construir um grupo de pessoas engajadas nas mesmas causas que ele. Sabe como existiam cabos eleitorais que distribuíam santinhos? Agora, um bom cabo eleitoral precisa compartilhar e dar RT no que tu falar também.

Só queremos que a democracia seja uma democracia de verdade. E nas redes sociais, todo mundo tem o mesmo tempo de exposição. Só sai na frente quem começar antes.


Que esse texto sirva como um despertador pra todo mundo que tá pensando em se candidatar. Se precisar de ajuda mesmo, pode chamar a gente da MTP pra conversar. Nós vamos te dar todo o suporte necessário.


Esse texto foi postado originalmente no blog da MTP Media. Assina a nossa newsletter pra receber esses conteúdos direto no email.

Like what you read? Give Martin Mayer a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.