Primeiro arrume a casa. Depois convide alguém para entrar.

Alguém me falou algo parecido com isso (Primeiro arrume a casa. Depois convide alguém para entrar.) e fez um sentido tão grande pra mim, que adotei como resposta para qualquer pensamento ansioso ou antecipado que eu poderia ter.

Nós procuramos sempre o amor, nossa vida é baseada no amor. Seja no trabalho, e com certeza, na vida pessoal. Buscamos sentir aquele sentimento que nos toma tão lindamente que parecemos flutuar, levitar de tão leves que estamos, que nos sentimos.

Mas esse sentimento muitas vezes não dura pra sempre, tem seus momentos e fases. E é aí que nos sentimos fracos, vulneráveis e vemos que sim, o amor precisa ser presente em nossos dias, pois sem ele nada parece completo, lindo e que faça sentido. Até faz, mas com o amor, temos um plus em nossos dias, temos um plano duplo e isso torna a vida mais leve, mais fácil.

Imagino que todos já tenham passado por um momento desses na vida, passado por esse amor bonito de se viver e sentir. E quem não passou, ainda terá esse prazer inenarrável. Seu tempo vai chegar. Mas para quem já passou e hoje, por alguma razão, não mais tem, precisa lidar muito bem com o tempo. Com o que o tempo guarda para nós e com o que o universo escreveu para nossos caminhos.

Depois de você vivenciar o amor, você tem uma base do que é ótimo e com isso, não se contenta com o bom, com o bacana, na verdade não deveria. E é nessa hora que devemos respirar fundo e ir com calma. É nessa hora que devemos arrumar a casa, limpar, organizar, mudar a decoração, comprar novos objetos, curtir ficar nela sozinha e aí, depois de um tempo, com ela toda repaginada, você começa a convidar pessoas a entrarem nela, a desfrutarem com você de toda aquela renovação que fez. Por isso ir com calma é a palavra chave, pois não mudamos e reformamos uma casa do dia pra noite, ainda mais quando temos que fazer tudo por nossa conta, tijolo por tijolo, objeto por objeto, limpar cada detalhe, cada espaço escondido que no dia a dia não víamos. Sim, tudo precisa estar organizado e ajeitado, só assim estaremos prontos para chamar alguém sem nos sentirmos incomodados por algum coisa feia ou desorganizada que possa aparecer. Só assim vamos nos sentir mais seguros.

As situações não acontecem quando queremos, não mesmo. Nós somos apenas atores vivendo o filme chamado vida e dirigido por um cara (ou mulher), seja o perfil que for, que criou tudo isso aqui, e que nos move pelos caminhos que Ele montou para cada um de nós. Sendo assim, só me basta acreditar que minhas cenas são as mais belas possíveis e as mais importantes para minha vida. E vou seguindo, vivendo, produzindo, aprendendo, conhecendo o mundo, me conhecendo e arrumando a casa sempre que precisar. Afinal, morar sozinha é algo produtivo e enriquecedor, mas dividir a vida com alguém, é melhor ainda.