Pote de sentimentos

Guardei em um pote fundo
um sentimento esquecido.
Escondi de todo mundo
o que havia entorpecido.
Um amor tão verdadeiro,
cheio de boas intenções.
Mas esqueci o paradeiro
desse pote de emoções.
Certo dia, sem querer,
uma menina encontrou.
Empoeirado, pôde ver
no fundo o meu amor.
Tirou do pote o sentimento
e viu um rastro pelo chão.
Viu o amor brotar no peito,
como as flores da paixão.
Like what you read? Give Murilo Hideki Sueoka a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.