Tchau, 2016!!

Terminei o texto ontem sobre as “previsões” para 2016, 2015, 2013 com imensa lista mental de outras HQs, animes etc que poderia ter abordado também, talvez dilatando um pouco o tema, certamente inflando demais o post, que no fim das contas ficou de bom tamanho.

Só que, na hora do almoço, me lembraram disso:

“segundo minhas fontes, o mundo acaba em 14/02/2016

Segundo essa fonte fidedigna vinda do segundo filme dos Caça Fantasmas (1989), o mundo acaba já no próximo dia gringo dos namorados….

Pois é, a gente acha que passou por uma data do fim do mundo e logo em seguida surge outra.

Em 1991 a DC Comics previu que em 2001 todos os maiores super-heróis teriam sido traidos e mortos pelo Monarca, que se torna o déspota absoluto do mundo em 2030. Como todos sabemos, algo aconteceu em nossa realidade em 2001 e já passamos da metade do caminho pra esse encontro marcado com um governo absolutista… =_=

E na Marvel, onze anos no futuro, ele participou de uma guerra, foi mortalmente ferido, mantido em coma por cinco anos, quando reconstruíram seu corpo de forma biônica. Robocop? Não, Deathlock, personagem de 1974 que vive nos apocalípticos anos 1990. (Na verdade, só o primeiro Deathlock é de 1974, houveram várias versões, sempre empurrando o futuro distópico pra frente a medida que se aproxima do presente :P)

(e pensar que os futuros mais legais das duas maiores editoras gringas se passam em 2099 e no ano 3000) (e minhas distopias literárias preferidas acontecem em 1984 (ano e nome do livro de George Orwell, escrito em 1948) e 2540 (“Admirável Mundo Novo”, Aldous Huxley, 1931) (e não é uma distopia, mas a Máquina do Tempo de H. G. Wells sai do ano de 1895 até o ano 802701. E, do mesmo Wells, a Guerra dos Mundos (1895–97) acontece poucos anos no futuro (um site diz que em 1902, mas queria saber de onde eles tiraram essa data….))

Por sinal, acho que vale saber: o Robocop original (1987) não tem ano especificado, mas fãs teorizam que acontecerá por volta de 2044. Já o primeiro Exterminador do Futuro (1984) virá ao passado diretamente de 2029 (e o dia em que a guerra nuclear final acontece varia muito, de 1995 até o ano que vem). E Blade Runner (1982) já tá logo ali, 2019 x)

Ia falar de um monte de animes, (por exemplo Macross (1982), situada em 2009; Gunbuster (1989), que acontece entre 2021 e 2048 e 14048; Patlabor, de 1988, que se passa em 1997 — todas as séries com robôs gigantes)…

…mas quero falar logo do famosão Akira: o mangá (que é infinitamente superior ao superestimado anime) foi escrito em 1982. Nele, a cidade de Tokyo é destruída no final desse ano mesmo (o.o!!) e reconstruída sob o nome de Neo-Tokyo. A história se se passa em 2019, nesse meio tempo aconteceu a Terceira Guerra Mundial e agora estamos às vésperas das Olimpíadas que acontecerão na cidade em 2020.

Agora, me digam onde acontecerão as Olimpíadas de 2020 na vida real? D:

Pois é….

Só que, quando publicaram a história no ocidente, mudaram as datas: Tokyo é destruída em 1992 e a história é colocada pra 2030, às vésperas das Olimpíadas que acontecerão naquele mesmo ano E SÓ QUERIA DIZER QUE AMERICANO É BURRO PORQUÊ ATÉ EU SEI QUE OLIMPÍADAS ACONTECEM EM ANO BISSEXTO E 2030 NÃO É. VAI SER ANO DE COPA DO MUNDO, NÃO DE JOGOS OLÍMPICOS, CATZO. Ò_Ó

A maioria destes futuros parecem ruins, né? Mas o que me mete medo mesmo é tentar descobrir por que em 2062, nos Jetsons (exibidos pela primeira vez 100 anos antes) todos vivem em cidades lá no alto e raramente acontece de irem pra superfície da Terra.

Às vezes é bom nem saber….

Bônus, de 1986:

♪♫”Que entre dois mil e um e dois mil e dez/Já era a Terra numa guerra final”♪♫

Originally published at www.mushi-san.com on January 4, 2016.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated mushisan’s story.