temos que.

eles nos dizem que temos que. precisamos de. em meio a tantas regras, seguimos perdidos, seguimos buscando.


comecei minha vida acadêmica indo fazer design de moda.

18 anos de idade. um curso tecnólogo de design de moda com uma grade curricular que tenho minhas dúvidas sobre. um sentimento de querer explorar e vivenciar. uma faculdade particular que carrega sim uma diversidade em seu bolso quase nula. um universo complicado.

logo passei de consumidora de semanas, revistas, blogs de moda a uma apreciadora do que as pessoas comuns vestem no dia a dia e nada mais. parei de assistir semanas de moda, passei a comprar e ler revistas de moda com uma frequência rara, deixei de saber quais eram os blogs para se atualizar sobre o que rolou em Paris. passei a observar as pessoas na rua, no trabalho, na faculdade, na padaria. comecei a absorver o entendimento que aquelas expressões me passavam.

com um semestre de faculdade, um mero semestre, larguei tudo. a maior frustração era ver pessoas do alto escalão do curso sendo tudo que todo mundo sempre me disse e eu, cega, dizia não: era um meio nojento, mesquinho e arrogante.

18 anos de idade. eu queria saber mais do mundo, das relações humanas, do porquê agimos como agimos.

sou uma curiosa de berço. por vezes, impedida ou atrapalhada por minha inércia também de berço, resultado de um sol e um ascendente em touro. é um conflito constante com meu eu que sempre digo, é contraditório ao extremo. mas, a curiosidade é um motor meu na tal busca pela felicidade.

então curiei e fui buscar.

entrou a frustração: o que fazer agora? pra onde correr? qual curso procurar? fazer cursinho? estudar em casa? e nesse meio tempo, como posso ser útil?

pronto. logo processei que algo não estava batendo bem.

utilidade. no google, qualidade ou caráter do que é útil. a utilização proveitosa de algo. o serviço prestado por alguém ou algo. serventia.

servir. fazer. proveito. obrigação. produção. uso.

o ter que ser, o ter que fazer, o ter que ter. o ter que alguma coisa bloqueia os caminhos e impede tudo aquilo que a sociedade já nos nega: autoconfiança, autoestima, amor próprio e muito mais.

acabamos por produzir para cessar a necessidade que nos é externamente imposta. acabamos por produzir para poder (sobre)viver. acabamos por produzir porque eles ditam que é assim que se faz e é assim que (re)produzimos. acabamos por produzir por não saber o que fazer se não estivermos produzindo. não sabemos refletir sobre nossos pensamentos, nossas frustrações, nossos medos, nossas vontades.

eles nos dizem que não precisamos disso, precisamos é de produzir. senta, come, mastiga, engole, repete, não pensa. é essa a lei.

mas nós estamos cansados. o filósofo Byung-Chul Han bem disse: vivemos a sociedade do cansaço. vivemos de ciclos, rotinas. começo, meio e fim. no fim, volte ao começo. no meio, lembre-se de terminar. use seus pontos finais.

ciclos e rotinas não são de todo mal. começar e terminar também não. mas quando cedemos a essa estrutura sem a questionar, nós temos que. nós precisamos de. até quando?

o que queremos ser? o que vamos nos tornar? quanta autonomia vamos ter?

o que eles querem de nós? no que eles vão nos moldar? quanta autonomia vamos ter?


minhas frustrações cansaram de florir no meu bloco de notas e rascunhos de e-mail e quiseram mostrar suas flores ao mundo.

um agradecimento especial aos amigos queridos que se viram exaustos em uma sociedade do cansaço e floriram suas frustrações em camisetas e um manifesto lindos de se ver. vocês nem sabem, nem eu sabia, mas conforme fui escrevendo, vocês e toda a identidade da exausta serviram de inspiração para mim.

e um último agradecimento mais do que especial ao serzinho que veio ao mundo da melhor forma que podia, taurino, assim como sua tia, e que neste chegou partindo apenas para nos ensinar um pouco mais sobre amor e união. você foi inspiração para eu me permitir florir além. vá voar, anjinho ❤


essa é uma série sem nome, sem pretensão e sem fim.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Naiara Cavalcanti’s story.