Ah, nas feiras da vida!

Acabou-se a sexta-feira.
Sentada na cadeira
descasco batatas
jogo fora as cascas.
Abro o pão
deixo cair as migalhas.
Dou gargalhadas!

Ah, nas feiras da vida
ela me prepara, tempera,
mistura, cozinha, 
ferve, engrossa.
Saio amolecida,
mas mais,
bem mais saborosa!