Deusa da eternidade

Madre de muitos nomes,

me leva para o centro do mundo,

onde existo por ser sua filha e onde nunca existi.

Minha pele te chama num assobio leve… me leva para o seu coração.

Maravilha das belezas deste e todos mundos, seu cheiro está aqui.

O doce das flores que te guardam.

Poesia, encanto, aconchego.

Ma

texto: Nanda Devi

foto: internet