Indecifrável

Eu, santa tola
E ele, inalcançável

Eu me perco em você
Do mesmo jeito que me perco em mim

E por que você?
É imensurável

De uma volúpia que me envolve
Assim como envolve com esse teu papo sujo
Assim como me envolve com esse teu corpo [nu]lo
Inacreditável

O melhor é quando dá aquele teu sorriso
Sorriso tolo
Sorriso bobo, de quando conto piada
Tua cara é impagável

E você me tem de modo inegável
Assim como possui das joias mais raras
Tu me tens, e eu aponto na tua cara
Porque é engraçado e você tem que saber disso

Você me diz que o melhor de tudo
É o teu medo obscuro
De me perder
Mas babe, você sempre sabe como me vencer
Dos modos mais puros
E dos modos mais sujos

Eu consigo ouvir tua risada do oitavo andar
Quando você chega com os teus sorrisos pagãos
E sua mente sã
Que nunca combina com a minha

A arrumação que você fez
É realmente elogiável
Não só no apartamento
Mas em tudo o que você diz

Não sei como consegue
É algo irreversível, irreparável
Eu vou embora, você me segue
Irresistível, indecifrável.