Quero formatar meu cérebro

Como apagar quase tudo que aconteceu nesses 16 dias

Março não chegou nem na metade e já tá puxado demais. Sensações ruins, ciúme, negatividade com a mãe, vendas não concretizadas, falta de confiança, escrever sobre mim (o que não é nada terapêutico), problemas financeiros, sono e alimentação desregulados, casa com ar de sujeira, lapsos, crises de choro, angústia, saudade excessiva, ansiedade, insônia, inveja, stalk. Sei que já tinha consciência disso tudo, porque me arrisco mesmo sabendo das consequências, mas sempre conto com uma sorte que nunca tive. Eu poderia estar em paz agora, porém escolho fazer a merda ainda assim. Nada foi fácil esse mês, principalmente sobre a minha cabeça. Já que não há máquina de zerar a vida e não podemos ter uma folga de sermos nós mesmos espero que no mês 4 as coisas melhorem. Esse segundo bimestre é de penar e de me reconstruir. Tem umas coisas que acontecem comigo que parecem mentira, e por isso mesmo eu nunca torci tanto pra que chegasse logo primeiro de abril.

Imagens: Douglas Coupland

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Natascha Christie’s story.