ra. número dois.

mi menor com sétima — mi menor com sexta — fá maior — sol maior


confesso que até demorei /
pra me acostumar /
com o calor da sua casa, o raio na sua fala / 
e eu tentando encontrar jeito de fazer o sol na lua /
lua cheia /

não dá nem pra disfarçar /
tu me rodopiou /
todo tonto tateando o que me traz amor /
mas se eu lá sei quem sou estou /
como faz pra convencer que na minha casa /
sol existe /

alumiando o chão inteiro /
pintando de verde água /
no que a luz não existe, ninguém me faz morada /
e tu tirava da caverna, todo o peso que eu carregava /
tu recarregava /

tu me levou pra ver o sol/
sentir terra no pé /
o corpo inteiro se molhando /
no que der e vier /
e na sequência o desembaraço /
e as horas falando sobre o tudo e o nada /

até que o céu se — em — nuveceu /
subiu neblina do mar /
você já não faz vista, já não a terra a vista /
e eu perdido a procurar, o ponto brilhante que eu chamei de casa /
coisa quase minha /

quem sou eu pra decidir /
o que se sente e deixa sentir /
vai ver o meu ponto de sol /
só faz sombra surgir /
e eu sei que eu peço demais /
mas juro pra ti que é só tentativa /
de descrever numa linha /

se desse pra fotografar /
o que sai de ti /
esses olhinhos de fogo /
e a teimosia nos pés /
não te desejo outra /
porque dessa fôrma tu já é mais que queria /
bem querer, toda vida /

paro de embolar então /
não é canção nem violão /
só tu sabe o peso /
e as marcas da pressão /
o mundo é todo teu guria /
e se não for, assim / 
a vida dita /
a gente grita /

e a gente compõe /
e a gente admira /
o sol, o farol /
calor e a vida /
e as marcas de leão carrego /
se eu te encontrar entrego /
vê se dá noticia /

raia o dia /
raia o dia /
raia o dia /
ra”.

Like what you read? Give nathan da silva a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.