Guerra dos Tronos RPG — Linha do Tempo

O conteúdo a seguir é parte integrante de uma série de aventuras de Guerra dos Tronos RPG narrada por mim (“Campos de Fogo”, “A Adaga de Prata” e “A Dança dos Leões”). A linha do tempo abarca o final da aventura “A Dança dos Leões” e avança quinze anos na história, no momento que se inicia a aventura (“O Veado e o Dragão”). Todo o conteúdo aqui colocado é fictício e se utiliza do universo criado por George R. R. Martin.

282 DC
  • Os eventos da guerra civil que ficou conhecida, posteriormente, como Dança dos Leões se aproximam de seu final.
  • Depois de tomar o Despenhadeiro, o então Lorde da Casa Argent-Reyne, Alvyn Reyne, é morto durante o julgamento por combate de Sor Leyman Argent. Seu conselheiro e sacerdote Balleqor, o Três-Vezes Morto, é o campeão do Senhor da Luz que ceifa a vida do Reyne, todavia, em um ato de fé e magia, Balleqor consegue trazer Alvyn de volta à vida.
  • Alvyn determina que Tywin, Jaime e os demais prisioneiros sejam queimados e oferecidos ao Senhor da Luz como sacríficio e confirmação de fé. As tropas rebeldes estacionadas em Despenhadeiro e seus lordes e comandantes sentem o poder do Senhor da Luz, aderindo, ao menos superficialmente, a esta fé.
  • Os rebeldes descobrem que Kayce e Feastfires foram tomadas, e tomam a cidade à força dos invasores, realizando um longo cerco a Feastfires, que é atacada também pelo mar. Tropas de Cruzaboi são enviadas para Kayce, onde é travada uma batalha que culmina na destruição do local. Lorde Tullio Kenning ameaça deixar a rebelião, levando consigo suas tropas e revelando informações aos Lannister.
  • Em um ato inesperado, Alvyn, há alguns meses demonstrando mais frieza, uma devoção incomum ao Senhor da Luz e um sentimento de vingança bastante exacerbado, alerta que qualquer dissidente do movimento será considerado um traidor e punido de acordo. Lorde Tullio não se deixa intimidar e cospe no chão, deixando o salão acompanhado de Rodrik Greyjoy. Alvyn dá ordens aos soldados para que cerquem as tropas Kenning e prendam o lorde dissidente.
  • Lorde Tullio Kenning é julgado por traição, sendo queimado, juntamente com seus homens, em uma longa fileira de fogueiras colocadas no que sobrou de Kayce. Os campos de Kayce tornam-se um amontoado de cinza, preto e terra morta. Rodrik Greyjoy não interfere, argumentando que está sendo pago para realizar um serviço e que assim o fará.
  • Em Porto Real, Lorde Rickard Stark e Brandon Stark são colocados em um amplo salão, com Rickard preso em sua armadura sobre uma fogueira e Brandon com um fio ao redor de seu pescoço, sendo estrangulado. O Príncipe Rhaegar invade o salão e corta o fio no pescoço de Brandon, possibilitando que seu pai fosse salvo. Brandon, então, avança contra o Rei Aerys II e o mata, tornando-se um regicida.
  • Brandon e Rickard são presos e levados a julgamento pelo novo Rei Rhaegar. Rhaegar decide, após ouvir todos os presentes no local, que ambos os homens são culpados pelo assassinato do Rei Aerys II, mas reconhece que seus atos possuíam um fundo moral e justo, muito embora ainda tenham culminado na morte de um rei. Por isso, decide enviá-los à Muralha, pelo que ambos ficam gratos. Lyanna é libertada incólume, e casa-se com Robert Baratheon, que cria um grande ódio de Rhaegar, que é formalmente perdoado pelos Stark de Winterfell.
283 DC
  • Alvyn começa a perder parte de seu prestígio, que dá lugar a um respeito temeroso.
  • A fé do Senhor da Luz se espalha pelo Ocidente rapidamente entre os soldados e o povo, mas os lordes permanecem, em sua maioria, receosos de revelar sua verdadeira fé ao Lorde Reyne.
  • O cerco a Feastfires se encerra após uma negociação na qual os invasores, dos Lannister de Lannisporto, são mortos pelos homens de Alvyn, que ignora a bandeira branca e faz o julgamento dos homens utilizando Balleqor como campeão e carrasco.
  • Balleqor passa a ser chamado de “O Mão Vermelha” pelos admiradores do Senhor da Luz e de “Feiticeiro” e “Bruxo” pelos descrentes.
  • Com Feastfires retomada, as tropas antes posicionadas em Despenhadeiro alocam-se ali. Os rebeldes marcham até Cruzaboi, tomando a cidade mercante e abrindo novamente a rota até Dente Dourado.
  • O filho de Alvyn e Layla nasce, recebendo o nome de Roger Reyne.
  • Os exércitos estacionados em Crakehall avançam para o norte, sendo colocados nas muralhas do Rochedo e de Lannisporto. John Flowers lidera um pequeno grupo de batedores e arqueiros em um pequeno navio cargueiro em direção a Lannisporto, descobrindo que o porto está fechado para comércio. Durante a noite, desembarca com seus homens, todos vestindo couro escurecido com sangue e terra, e consegue entrar no castelo dos Lannister de Lannisporto, local onde assassina Rosalie Lannister e Theodore Lannister, então Lady e Lorde de Lannisporto, causando grande tumulto entre os lordes do local. Na sequência, desloca diversos barris de fogovivo existentes em depósitos para as muralhas de Lannisporto com o Rochedo, escondendo-se entre os homens de armas Lannister.
  • Nasce o filho de Robert e Lyanna, que recebe o nome de Lyonel Baratheon.
  • Eddard Stark, agora Lorde de Winterfell, casa-se com Ashara Dayne, de Tombastela, eis que a Casa Tully não manteve o noivado de seu irmão com Catelyn Tully. O irmão mais novo de Ashara, Vorian, torna-se escudeiro de Lorde Eddard.
  • Elia Martell deixa Porto Real com seus filhos, somente para retornar alguns meses depois a pedido de Rhaegar, com quem reconcilia-se.
  • Alvyn e Balleqor oferecem novo sacrifício ao Senhor da Luz, dessa vez com o sangue de Alvyn, e Balleqor se vê cravando a espada valiriana de Alvyn em seu peito a pedido do Lorde, que apenas diz “faça o que é necessário”.
  • Os rebeldes, após serem informados do sucesso da operação de John, marcham em direção a Lannisporto, chocando-se com os exércitos comandados pelo Lorde Crakehall. Alvyn propõe um combate singular para decidir o rumo da batalha, mas Lorde Ronald Crakehall declina, cuspindo no chão e falando que não enfrentaria a “feitiçaria vermelha do falso lorde”. Muitos homens caem durante a batalha, incluindo lordes de ambos os lados, mas, ao final, Rodrik chega ao cais de Lannisporto com sua frota, composta por dracares e navios roubados Despenhadeiro, e causa incêndios e matança, distraindo os guardas locais e abrindo espaço para John abrir os portões de Lannisporto. As tropas lealistas, pensando que havia uma ordem para recuar, são atingidas em cheio por barris de fogovivo disparados pelos rebeldes.
  • As tropas atingidas correm para dentro da cidade em desespero, incendiando casas e muralhas. Os rebeldes perdem quase três mil homens e diversos cavaleiros, mas conseguem fazer com que as forças do Rochedo saiam do castelo e barrem os portões para o mesmo, numa tentativa de conter o fogovivo e restringir o incêndio a Lannisporto. Tygett Lannister inicia uma série de ataques com trabucos e catapultas contra as tropas rebeldes, que destroem o portão principal do Rochedo com fogovivo e rumam para a fortaleza. Em Lannisporto, John e Balleqor incendeiam os barris de fogovivo, que explodem boa parte das muralhas, dando acesso aos homens em chamas aos portões internos do Rochedo. A batalha se intensifica à medida que uma grande quantidade de homens passa para o interior do Rochedo e começa a ocupar seus corredores e salões, havendo grande carnificina.
  • Quando Alvyn Reyne, Balleqor, John Flowers, Sor Leyman Argent, Sandor Clegane, Sor Harys Swyft e Sor Fallon Stone chegam até o amplo salão com o cadeirão dos Lannister, deparam-se com Sor Tygett Lannister, Sor Stafford Lannister, Sor Qarlton Banefort, Sor David Marbrand, Tytos Spicer e uma vintena de homens de armas da guarda pessoal de Tygett, além de Daelon Waters. Daelon rapidamente ataca Tytos Spicer e Sor David Marbrand, matando-os. Seus homens recebem ordens para atacar a guarda pessoal de Tygett, enquanto Alvyn ataca Tygett com o auxílio de Sor Harys, Sor Leyman e Sandor enfrentam Sor Stafford, John auxilia na morte dos homens da guarda pessoal juntamente com Balleqor e Sor Fallon derrota Sor Qarlton. Três dos homens de Daelon morrem no processo, e Sor Harys é ferido gravemente. Somente Tygett permanece em pé, com o braço da espada sangrando e lesionado. Ele cospe insultos contra Alvyn e amaldiçoa sua linhagem, enquanto Alvyn, sacando Torrente Escarlate, golpeia Tygett, que cai de joelhos e tem sua cabeça decepada. A rebelião é vencida pelos rebeldes.
284 DC
  • Alvyn Reyne, o Leão Vermelho, declara-se novo Senhor Supremo das Terras Ocidentais, fundando a Casa Reyne de Rochedo Casterly e adotando o brasão da rebelião, união das casas Argent e Reyne, como armas oficiais de sua nova linhagem.
  • Os nobres lealistas que não caíram em combate são queimados em piras, sendo ofertado aos seus herdeiros lealdade incondicional ao novo Senhor do Rochedo ou a morte e a perda de seus títulos.
  • Não dobraram o joelho e, portanto, foram executados e perderam os títulos os lordes e herdeiros diretos das casas Falwell, Marbrand, Bettley, Farman, Westerling, Brax, Lydden, Banefort, Ruttiger, Payne e Lannister de Lannisporto.
  • Os lordes das casas Clifton, Estren, Hamell, Turnberry, Yarwyck e Yew foram executados, mas seus herdeiros juraram lealdade ao Lorde Reyne, pelo que foram poupados, graças ao conselho dado por Sor Leyman, e mantidos a rédeas curtas.
  • Os lordes das casas Broom, Myatt e Doggett conseguem evitar a execução pela não participação ativa na rebelião.
  • Lady Layla Argent delega a um conselho formado por seus primos a missão de coordenar as operações de Pratafunda em seu nome.
  • Sor Leyman torna-se Primeiro Cavaleiro da Guarda Pessoal de Alvyn Reyne e recebe o encargo de Mestre de Armas, bem como as terras localizadas na Ilhabela, incluindo Casteloleal. Leyman funda a Casa Argent de Casteloleal, adotando como brasão um leão prateado sentado em um fundo vermelho.
  • Alvyn ordena a construção de um grande templo no Rochedo para o Senhor da Luz, e Balleqor torna-se o sacerdote pessoal da corte de Rochedo Casterly, o que elimina a presença de septões ali. Por sua lealdade e serviço, Alvyn concede a Balleqor o comando das terras de Salão Tarbeck, pelo que Balleqor funda a Casa Azoren, adotando como brasão um coração em chamas encimado por uma espada bastarda e uma lança sobre fundo prateado.
  • John Flowers recebe as terras de Gaiola Negra como recompensa por seus feitos, mas o bastardo recusa, pedindo a Alvyn a promessa de que lhe auxiliaria de todos os modos possíveis para retomar Colina Branca e assassinar Grysha Yrohel.
  • Daelon Waters recebe, diante da recusa de John, as terras de Gaiola Negra, fundando a Casa Blacker e adotando como sigilo um machado negro sobre duas linhas diagonais azuis cruzadas e fundo prateado.
  • Sor Fallon Stone é elevado a nobreza, recebendo as terras de Castelo Payne e renomeando-as para Castelo Rochoso, fundando a Casa Rochester, cujas armas são uma águia vermelha em ataque em um fundo prateado.
  • Lannisporto é dada, em sua metade, para Lorde Leo Lefford, que foi ferido gravemente durante a Batalha do Fogo Esmeralda (apelido dado a uma série de pequenas batalhas envolvendo desde o ataque aos muros de Lannisporto até a tomada do Rochedo). O restante de Lannisporto é conferido à Casa Aurer, que delega alguns de seus membros para administrar o comércio portuário ali, formando o Conselho do Porto Ocidental, que passou a governar a cidade de forma colegiada.
  • Rodrik Greyjoy recebe o Despenhadeiro como recompensa e uma boa parte da prata dos cofres de Pratafunda, para o dissabor de Lady Layla.
  • John Flowers deixa a companhia de Alvyn e leva consigo uma vintena de homens montados para ir até Colina Branca.
  • Kyril Noitar casa-se com Rhaelle, da Casa Serrett.
  • Alvyn envia um grupo de engenheiros e construtores para reabrir Castamere e iniciar sua restauração, mas um acidente envolvendo barris de fogovivo colocados no local mata boa parte dos homens, forçando Alvyn a contratar construtores da Campina e das Terras Fluviais para iniciar os trabalhos.
  • Inicia-se o comando formal de Alvyn sobre as Terras Ocidentais mediante uma grande cerimônia celebrada por Azdahr e Balleqor, com reformas, reorganização de territórios e um período de paz.
  • Jason Lannister, o Leão Negro, é descoberto por Balleqor em uma cela nas masmorras do Rochedo, mas ele mantém sua existência oculta de Alvyn em razão de uma visão nas chamas.
  • Uma carta chega ao Rochedo do aliado secreto de Alvyn contendo informações úteis à administração da fortaleza. Layla diz, diante da carta, que vinha recebendo comunicações similares dando a ideia de adquirir fogovivo e contratar Daelon para atuar na rebelião.
285 DC
  • Casamentos são realizados, unindo casas e selando a paz nas Terras Ocidentais.
  • Parte de Passo da Chama, a cidade aos pés de Feastfires, é construída. Ninguém ousa entrar nas ruínas de Kayce em razão de aparições misteriosas e vozes na escuridão.
  • As minas de Castamere são drenadas completamente.
  • Alvyn e Layla confirmam a informação de que as minas de ouro dos Lannister estão secando, mas novos veios de prata são descobertos em Pratafunda.
  • Muito embora tenham jurado lealdade a Alvyn, alguns lordes abertamente declaram-se contrários às suas medidas recentes envolvendo distribuição de terras, casamentos, tributos e outros, formando um grupo de coalizão não-agressivo.
  • Sor Leyman é enviado até o grupo de coalizão, presidido pelos lordes Bill “Bárbaro” Broom, Parker Dogett e Breno Myatt, para verificar suas demandas.
  • Balleqor recebe a visita de alguns sacerdotes do Templo Vermelho de Braavos, que reunem-se com Alvyn. É ordenada a construção de um templo ao Senhor da Luz em Lannisporto e ao norte de Forte Mastim, no ponto mais alto das montanhas. O local tarda a ser construído por problemas no transporte de material e pela ausência de construtores. Todavia, Alvyn, agora um fanático pela fé do deus vermelho, realoca todos os seus construtores em Castamere para as montanhas.
  • Sor Leyman retorna ao Rochedo com exigências que deixam Alvyn desgostoso. Mas, aconselhado por Balleqor e Leyman, concede uma redução nos tributos pagos pelos lordes do Ocidente, atendendo a parte do pleito de Myatt, Broom e Doggett.
  • Alvyn promove um grande torneio em Rochedo Casterly em homenagem ao primeiro dia do nome de seu filho.
286 DC
  • No início do ano, John Flowers retorna ao Rochedo com alguns companheiros. Em uma audiência com Alvyn, ele pede que os serviços prestados ao Oeste sejam recompensados com a aliança prometida pelo Lorde Reyne. Alvyn aceita e prepara suas tropas.
  • Sor Leyman se depara com crimes cometidos por homens de armas Reyne, tendo de recorrer aos arquivos dos meistres do Rochedo para averiguar a prática sobre punições no Oeste e casos similares já ocorridos. Lá, ele encontra diversos pergaminhos falando de abusos sexuais que teriam ocorrido envolvendo Sor Osmund Westerling, confirmando a informação dada por Sor Elys Westerling de que o cavaleiro, e amante de Leyman, tinha por prática recorrente abusar de escudeiros e soldados a ele subordinados.
  • Balleqor e Azdahr preparam navios e rumam para Braavos, numa tentativa de arrebanhar seguidores e retornar com pessoas para gerirem os templos recém abertos. Durante a viagem, uma tempestade violenta ataca o navio, e um estranho frio toma o convés. Azdahr vai até a proa e, de braços abertos, começa a entoar cânticos em alto valiriano. De longe, Balleqor somente consegue entender a palavra “outro”. Quando Balleqor tenta ir ao encontro do mestre, uma onda levanta a proa do navio e Azdahr é lançado ao mar, desaparecendo. No céu, um relâmpago revela, por um instante, uma silhueta fantasmagórica. Balleqor tem a certeza de que aquilo seria um ataque do Grande Outro.
  • Roger Reyne, filho de Alvyn, de dois anos de idade, é acometido por uma doença que enfraquece completamente suas pernas. Nenhum meistre consegue tratá-lo adequadamente, em parte pelo quadro severo e em parte pelas exigências de Alvyn.
  • Layla fica encarregada de comandar o Rochedo na ausência de Alvyn, que parte para a Campina com John e mil homens de armas.
287 DC
  • John e Alvyn chegam a Colina Branca e pedem uma audiência com Lorde Grysha Yrohel, que cospe ao chão e trata ambos com arrogância.
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Uma vela em meio ao breu’s story.