5 MOTIVOS PARA UM ADVOGADO ENTRAR NO MUNDO DO MARKETING DIGITAL

fonte: https://pixabay.com

Você deve estar se perguntando, o que é que tem a ver Marketing Digital com Direito. Pois bem, te digo que a relação é muita próxima. Isto porque o Direito está presente em todas as relações ao nosso redor, regendo de alguma maneira todos os nossos atos, seja pautado em costumes, leis ou princípios. Já com o Marketing Digital não é diferente, nossa vida também está cada vez mais voltada para o mundo digital, através das redes sociais, buscadores, e-mails e etc.

O Marketing no sentido amplo sempre me fascinou, mas a vida me levou para outros caminhos e o eleito foi o Direito. Porém, como uma entusiasta em mídias sociais, sempre acompanhei a evolução deste mundo digital de perto. Sim, meu twitter, facebook, instagram e outras redes sempre foram cadastrados com velocidade suficiente para garantir um id sem números, underline e outros caracteres.

Eis que um belo dia, buscando por cursos de especialização ou extracurriculares, me deparei com alguns cursos de Marketing Digital e pensei: Por que não fazer Marketing Digital?

Foi dai que listei CINCO motivos que me levaram a entrar no mundo do Marketing Digital e que agora compartilho com vocês

1. Aprender a utilizar novas ferramentas de autopromoção (dentro das normas da OAB, claro.)

O Marketing Digital é uma ferramenta poderosa para promover produtos e serviços, levando em consideração que a maioria das pessoas está cada vez mais conectada no mundo virtual.

No mundo jurídico, é primordial se atentar as normas do Código de Ética da OAB que veda a propaganda e publicidade da advocacia, prevendo inúmeras restrições.

Por outro lado, o marketing, visando a objetivos exclusivamente ilustrativos, educacionais e instrutivos não é vedado.

Assim, manter uma página do seu escritório, por exemplo, é permitido. Tanto é que o próprio Código de Ética da OAB prevê a possibilidade de inserir um QR CODE no cartão de visita.

Assim, saber gerar conteúdo de qualidade e de forma planejada é essencial para cultivar a relação com seus clientes e, ainda, informar o público de forma adequada. É aqui que entra o Marketing Digital!

2. Praticar a Criatividade

fonte: https://pixabay.com

A criatividade é algo que precisa de prática constante o que, convenhamos, é um pouco difícil no meio jurídico. Por isso é tão importante fazer algo que seja totalmente diferente da sua área de atuação. Poderia ser um curso de fotografia, teatro, pintura, culinária, mas no marketing digital esse exercício também é possível, principalmente no Marketing de Conteúdo.

3. Aprender um novo ofício

fonte: https://pixabay.com

Aprender um novo ofício é sempre uma ótima ideia. Quem é advogado e ao mesmo tempo planeja passar um tempo fora do país, por exemplo, sabe como é difícil se recolocar profissionalmente em outro país (autorização/licença para advogar, ordenamento jurídico diverso, etc.). Portanto, possuir expertise em outra área que possibilite auferir uma renda mínima só agrega (ainda mais quando o instrumento de trabalho é a internet, onde o trabalho pode ser realizado de (quase) qualquer lugar no mundo)!

Claro que apenas um curso não é suficiente para se tornar expert em mídias sociais e marketing digital, é necessário e crucial sempre se atualizar, assim como em qualquer outra profissão.

4. Fazer o bom e velho Networking

fonte: https://pixabay.com

Se você só interage com advogados, como vai captar clientes? Claro que fazer um curso de outra área não é o único meio de captação de clientes, porém o interessante é que se você pretende atuar para um público específico quanto mais conhecimento você tiver sobre ele, mais qualidade terá seu trabalho. Pense nisso.

5. Expandir os horizontes

fonte: https://pixabay.com

O último motivo de uma certa forma engloba os quatro anteriores. É importante sempre se renovar e buscar conhecimento, porém não apenas correspondente à sua área de atuação. Algumas pessoas ficam muito bitoladas em um micro universo. Existem tantos temas a serem explorados, tanto assunto interessante. Por mais que você ame sua profissão, transitar por outras áreas é importante para oxigenar seus pensamentos e olhar sua profissão por outro prisma.