Menstruar e não poluir

Não é de hoje que me incomodo com os tais “absorventes descartáveis”. Nome que por sinal é bastante impróprio: tudo o que é descartável demora anos para ser descartado de fato do planeta — isto é, ser decomposto.

Felizmente nós somos uma espécie inteligente o suficiente para sempre inventar alternativas para quase tudo o que inventamos e percebemos que não deu tão certo assim… Ainda que falhamos em usá-las, não é mesmo?

Uma excelente alternativa ao absorvente descartável são os coletores menstruais. Eles já existem há um bom tempo e mais recentemente estão sendo bem divulgados. Até a youtuber JoutJout fez um vídeo sobre o coletor!

Para quem tiver interesse, o coletor é de fato uma alternativa super prática e, tomados os devidos cuidados de higiene, bastante segura também. As marcas que conheço são o Inciclo (foto abaixo) e Meluna (que tem mais opções de modelo e tamanho). Lembre-se de ler com atenção as instruções de uso!

Esse é meu coletor menstrual! Cortei a pontinha dele, mas mesmo assim ela ainda me incomodava!

O problema é que nem todo mundo se adapta ao coletor. Eu mesma fui incapaz de me adaptar àquele cabinho que fica sobrando. Ela me machucava bastante, mesmo depois de cortar o excesso e lixar…

Para quem não se adaptou ou ainda tem alguma resistência com relação ao uso do coletor menstrual, deixo aqui minha sugestão: absorventes de pano!

Sim! Da mesma forma que nossas avós e bisavós provavelmente faziam, mas com um toque de praticidade a mais, acredito.

Eu comprei os meus (fotos abaixo) pela Pacha Mama, mas existem várias opções de outras linhas artesanais, basta dar um google para encontrar o mais próximo da sua casa! E, claro, se você souber costurar vale a pena arriscar e tentar fazer o seu (depois me conta que posso virar uma cliente!).

Absorventes de pano tamanho M e P. Eles podem ser dobrados como na imagem e guardados até a lavagem.

Os absorventes de pano são 100% algodão, para evitar alergias, e possuem uma toalhinha que é facilmente removida para lavagem.

Existem diferentes tamanhos, o M já é tão grande quanto um absorvente noturno e o P é do tamanho de um absorvente normal. Existe ainda o tamanho G, para fluxos muito intensos, e o diário, que não tem a toalhinha.

O ideal é usar o M para dormir ou nos dias de fluxo mais intenso e o P para o dia a dia. Caso o fluxo esteja bem forte vale usar duas toalhas num mesmo suporte ou ainda tentar o tamanho G, que eu nem cheguei a comprar…

E a lavagem é bem simples: eu deixo um tempo de molho e depois lavo com sabão neutro à mão, mas nada que demore horas e seca super rápido!

O suporte para a toalhinha absorvente possui um botão de pressão, que serve para prendê-lo à calcinha e também pode ser usado para fechar o absorvente (vide foto) e guardá-lo caso você precise fazer a troca fora de casa e não possa deixar direto de molho para lavar...

Eu comecei a usar faz alguns meses e não tenho nada a reclamar! Tenho dois modelos P e dois M, cada um com duas toalhas absorventes e é suficiente para o meu ciclo, que dura em torno de 5 dias, com fluxo mais intenso nos dois primeiros dias.

E aí? Bora experimentar? Antiquado mesmo é gastar esse monte de “absorventes descartáveis” ao longo de nossa vida sem nem tentarmos mudar essa história, não é mesmo?