O MAIOR VERDÃO DO MUNDO!

Não, a expressão “O Maior Verdão do Mundo” não é simplesmente uma provocação ao Palmeiras, mas um reconhecimento da inequívoca grandeza da Associação Chapecoense de Futebol. Grandeza no esporte que é uma paixão nacional e que ano após ano vem se apequenando em meio a escândalos e mesquinharias do pior tipo, grandeza em um país rachado, em uma sociedade doente, grandeza em uma civilização em que os valores humanos mais fundamentais se perdem e chegam mesmo a ser renegados…

Os bravos guerreiros da Chapecoense símbolizavam a antítese de todos os males que assolavam nosso esporte, nosso país, nossa civilização. Contra todas as adversidades, com um sorriso no rosto, com alegria no coração e com um carisma inifnito estavam no auge, no ponto mais alto, de uma década mágica de sua história! E o inimaginável, o inconcebível acontece… Há dores que não se pode expressar com palavras. O luto pelas 70 vidas de jogadores, membros da comissão técnica, dirigentes e profissionais de imprensa vem acompanhado de um amargo gosto de desesperança. Não pode acabar assim! Não pode! Não! Não! Não!

Para que serve o esporte senão para mostrar o que o ser humano tem de melhor? E assim, a grandeza da Chape se espalhou, ganhou o mundo! Grandiosidade que contagiou o Atlético Nacional, que tomou a única atitude compatível com o espírito esportivo, ainda que isto exija um grande desprendimento. Grandeza que tomou conta de Medellín, que fez uma belíssima e digníssima homenagem às vítimas desta dolorosa tragédia. Grandeza que invadiu clubes de todo o mundo, sejam do futebol ou não. Grandeza que se viu em fortes minutos de silêncio, e que foi sentida por pessoas que nunca antes haviam ouvido sequer falar de Chapecó, mas que tiveram seus corações contagiados pela intensidade do que aquilo tudo representava! Grandeza tamanha que não existem palavras para expressar a gratidão por tanto carinho!

Deixo aqui registrado meus sentimentos aos familiares e amigos dos que se foram e minha solidariedade a todos que foram contagiados por esta grandeza, que no momento é sentida como grande tristeza, mas que, em breve, será sentida como uma enorme esperança!

Descansem em paz guerreiros! #ForçaChape

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.