Melhor pelo Design — Cupom Fiscal

Pequenas soluções através do design para chatices do dia a dia.

Como designers tendemos a ser bem críticos quando nos deparamos com soluções mal resolvidas de design (de todo tipo). Um desses itens banais do dia a dia que sempre me deixa frustrado são os cupons fiscais.

Seja pela falta de padrão visual — aparentemente cada sistema fiscal pode ter um — , pelos diversos tipos de fontes mal escolhidas, pela pobre hierarquia das informações ou pela profusão de dados incompreensíveis para a maioria dos mortais, basicamente temos um pedaço compulsório de papel que precisa registrar e comprovar uma transação financeira (mesmo que isso dure alguns segundos até a próxima lata de lixo).

Cupom fiscal original e versão redesenhada.

Basicamente o que me incomoda é falta de espaço entre os grupos de informações e a quantidade exagerada de fontes. Como solução simplesmente reorganizei as informações com um pouco mais de espaço e apenas uma fonte.

Obviamente podem existir diversos aspectos técnicos (tipo de impressão, papel, sistema de dados, entre outros), que podem influenciar diretamente na solução de design.

No entanto, apesar de óbvio, vale ressaltar que não importa a mídia, o domínio dos princípios básicos de composição e tipografia ainda fazem toda diferença.

E você? Existe algo que te incomoda e gostaria de propor uma solução?

Like what you read? Give Marck Al a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.