Esqueça o Waze. Siga as Placas.

“Onde eu estou?”.

Sonhei que estava perdido, dirigindo pelas ruas do mundo onírico.

Eu olhava no celular e seguia o Waze. A bateria estava acabando, mas eu tinha fé que logo eu estaria em algum local conhecido.

As placas diziam claramente “Para a esquerda”, mas o aplicativo me fazia ir para o lado oposto. E agora?

Continuei meu caminho ignorando os sinais e confiando no poder da tecnologia, até que, quando me dei conta, tinha retornado para o ponto de partida.

O pior (ou melhor) era que a bateria do celular tinha acabado. Dessa vez, eu só tinha a possibilidade de seguir o que as próprias ruas me diziam.

Quando menos me dei conta, eu já estava localizado!


Sonhos possuem sentido?

Depende.

Se você quer um significado padronizado, desses que encontra em livros, então não, sonhos não possuem sentido.

Os símbolos podem ser interpretados através dos arquétipos compartilhados, mas não confunda ‘significado’ com ‘sentido’.

A resposta está na própria palavra. Sentido. Você precisa sentir o significado ao invés de entendê-lo. É o coração que sente e não a mente.

Tendo sentido, o próximo passo é utilizar esse direcionamento para a sua busca.

Os significados dependem sempre de um contexto. No caso dos sonhos, o contexto é você mesmo e seu subconsciente.

Eu estava perdido no sonho — eu estou perdido na vida real? Talvez.

Então eu começo a confiar em um aplicativo que me dá todas as respostas e que me indica o caminho correto, passo-a-passo.

Eu me perco ainda mais e volto para a estaca zero. Sem outra opção, começo a prestar atenção nas placas (placas = sinais).

“O que isso tudo significa?”. Parece bem óbvio.

A vida sempre nos dá sinais. Ela nos direciona, mas parece que estamos propositalmente distraídos.

A vida é clara, mas não muito diferente dos nossos sonhos.

Você precisa encontrar o sentido disso tudo em cada momento. Observar com amor cada momento da sua vida, seja ele feliz ou doloroso. É aí que você encontra os sinais.

Mas acima de tudo, é preciso confiar na vida. Sem acreditar, você nunca será capaz de perceber o que está sendo dito (mas isso é tema para outro dia).

Cada vida tem seu próprio sentido, significado e caminho.

A escolha é sua: você vai seguir o waze ou as placas?


Texto Matinal 01/08/2016

Pensando bem, o sonho foi uma lição do meu subconsciente.

Sábado viajei e passamos pela mesma situação. Seguimos o Waze, ignoramos as placas e acabamos no meio de uma favela.

O símbolo foi o mesmo, mas parece que ignoramos a vida real. Achamos que só os sonhos tem sentido, quando que na verdade é o contrário. A vida é cheia de significados.

Outra inspiração foi o vídeo da Jetsunma Tenzin Palmo:
Tendências infantis que nos impedem de viver o presente


Obrigado pela leitura, mais uma vez ❤

Espero que meus textos também seja um sinal para o seu dia.

Se tiver sido útil, não se esqueça de me dar um sinal recomendando o post!