Outubro Rosa | A história de quem superou essa luta.

Image for post
Image for post

Outubro Rosa.

Monumentos com luzes rosas refletidas pela cidade, buzz nos canais de comunicação das instituições de saúde, imagens sendo compartilhadas nas redes e uma série de ações em prol da conscientização. Mas qual mobilização, de fato, a campanha causa?

Quando o assunto é saúde da mulher, vários aspectos são observados tais como: fatores ambientais, socioeconômicos, tempo para o lazer e descanso, alimentação, condições de trabalho e remuneração adequada, moradia, acesso à saúde pública, entre outros. Sendo assim, a manutenção e promoção da saúde numa perspectiva integral, precisa começar antes do corpo dar sinais de que algo está errado. O processo de autocuidado e atenção ao corpo muitas vezes é negligenciado como resultado de um processo complexo que pode causar o adoecimento e a morte.

O câncer de mama hoje alcança 1 em cada 12 mulheres no Brasil e é o câncer que mais mata mulheres no mundo. Esses números reforçam um dado importante: O DIAGNÓSTICO PRECOCE OFERECE ATÉ 95% DE CHANCES DE CURA.

95% foi mais do que suficiente para a Roberta que lutou contra o câncer até o início desse ano e hoje vem compartilhar sua história aqui. Abaixo seguem alguns trechos do seu depoimento.

Image for post
Image for post

Vou tentar traduzir um pouco da minha jornada com o câncer.

2019

Estava recomeçando a vida profissional aos 51 anos de idade: um recomeço já batalhado e buscado há algum tempo. E ai, o câncer chegou para mim e assim aprendi que, às vezes, precisamos de vários recomeços.

Um breve cronograma:

  • 03 de julho 2019: descobri que tinha um nódulo na mama direita. Descobri em exames de rotina. Tinha 6 meses que havia feito, ou seja, ele chega e nem percebemos. O exame de toque é fundamental. Eu não fazia, pois como tinha minha rotina de exames ficava tranquila.
  • 09 de julho: saiu o resultado. MALIGNO, grau 3, tamanho já grande, perfil de um Luminal B, mas foi um triplo negativo.
  • 30 de julho: estava sentada fazendo a 1a sessão de quimioterapia.
  • 05 de novembro: fazia a última sessão de quimioterapia
  • 05 de dezembro: completava 52 anos e fiz a cirurgia — quadrantectomia — da mama.
  • 22 de janeiro 2020: 1a sessão de radioterapia
  • 19 de fevereiro 2020: última sessão de radioterapia

Cada câncer é um câncer, cada caso é um caso, cada organismo é de um jeito, cada mente pensa e reage de uma forma diferente a tudo isso.

FÉ, FORÇA E FOCO.

Desde o início sempre assumi e falei: “tenho um câncer”.

Não fugi, ele era real.

Como reagi a quimioterapia?

No meu caso, senti dores, cansaço e náuseas (sem vômitos). O cansaço era o que mais sentia. A imunidade sempre boa, então cuidar da alimentação e saúde é tudo. Temos que ser saudáveis sempre.

E o cabelo? Todo mundo me pergunta sobre isso…

Quando comecei a quimio optei por fazer a crioterapia, um tratamento para reduzir a queda do cabelo. […] e na 3a sessão eu fiz uma ESCOLHA e optei pelo que me faria sofrer menos: ficar careca.

Aí raspei o cabelo todinho! E sabe de uma coisa? Fiquei linda!

Image for post
Image for post

Ah, a tão esperada cirurgia. Aconteceu exatamente no dia do meu aniversário, 05/12, dia que completava 52 anos. Essa foi a melhor forma de celebrar a vida.

Se eu fiquei com medo? Sim, e muito. Mas também tinha a certeza que ali Deus estava me dando um presente.

2020

Quem é Roberta hoje?

Uma pessoa em transformação. Mais plena, mais feliz, mais serena. Me cobro bem menos.

O câncer fez parte da minha vida mas não é a minha vida.

E um recadinho:

Câncer não tem idade, não tem sexo, não tem hora, então se cuide sempre: se alimente bem, tenha hábitos saudáveis, faça alguma atividade física, cuide da sua mente e espirito….e VIVA O HOJE da melhor forma possível…porque o AMANHÃ a gente não sabe…e o ONTEM já foi!!

Nunca percam a FÉ. Deus está em nós, só precisamos sentir!

Para mais informações sobre a prevenção do câncer de mama acesse a página da FEMAMA.

Written by

Somos uma empresa de conexões e conteúdo. Temos como base espaços de coworking que buscam oferecer não só estrutura, mas criar um ecossistema que inspire.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store