Startups, funil de vendas e cerveja: saiba o que rolou no 2º Meetup no Nibo

Foto: Leonardo Valim

No dia 30 de agosto, nos reunimos na sede do Nibo para um bate-papo sobre funil de vendas. Foi o segundo meetup organizado por nós e o primeiro especificamente sobre vendas. Às 18h30, abrimos as portas e recebemos profissionais de vários segmentos, todos interessados em conversar sobre o assunto, trocar experiências, aprender e conhecer novas pessoas. E preciso dizer: foi um encontro riquíssimo!

Essa riqueza dos encontros realizados no Nibo está justamente na simplicidade. Nós nos sentamos em círculo para que todos possam se ver e se sentir à vontade para participar. Mesmo pautada, nossa conversa é sempre muito livre e a informação nunca é centralizada numa única pessoa. Esse formato de mesa-redonda permite reunir os melhores profissionais do mercado em um bate-papo rápido e descontraído, onde os participantes falam sobre experiências que vivenciaram e discutem soluções. O público sempre se mostra muito participativo, fazendo perguntas relevantes e compartilhando ideias.

Acredito que, para que as startups consigam crescer, elas também precisam aprender e ensinar. Temos que ser uma comunidade onde a troca de experiências seja um dos pilares do conhecimento. Encontros informais como este proporcionam momentos que de nenhuma outra forma seriam possíveis. Pessoas de todos os níveis conseguem tirar proveito do networking e das informações expostas ali. E, claro, sempre tem que rolar aquela cerveja para tirar a timidez =)

Participantes do 2º meetup promovido pelo Nibo

Neste encontro, tivemos a participação de muita gente boa. Flávio Barreto e Pablo Goulart representaram o Nibo e contaram sobre sua experiência na startup que mais cresce no Brasil. Discutiram, junto com Pedro Gigante, da WPensar, sobre os desafios de escalar uma equipe de vendas, abordando também os desafios de contratação. Rafael Carvalho, da Edools, e Ian Romano, da Bunee.io, estavam na discussão e trocaram experiências sobre as métricas necessárias para essa escalada. Junto com Eduardo Ferreira e Felipe Fernandes, da Mainô, deram informações sobre metodologias e ferramentas.

No final, cerca de 30 pessoas participaram, inclusive de fora da cidade do Rio de Janeiro, como Niterói e Teresópolis. Foi incrível poder trocar ideias sobre temas que vivemos na prática, diariamente, e descobrir como outras empresas lidam com os mesmos desafios que nós. Estabelecemos novas relações e consolidamos antigas, e podemos afirmar com toda a certeza que caminhamos cada vez mais certos de construir um cenário forte de startups em todo o Rio de Janeiro.

Nos vemos no próximo meetup ;)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.