nota 7 — diálogo com B.

(…) mas a verdade que eu sempre estive assim e talvez por isso toda ausência.

Existe em mim também uma projeção, sabe? É algo mais interno. de dentro pra fora.

Eu tinha vontade de fazer as malas e viver em outro lugar, ir andando para os lugares, usar metrô, sentar na padaria no meio da semana, mas entendo que o momento é de permanecer. De ficar submersa.

— cara, essa vida é muito doida!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.