.dulcíssimo mistério.

,

quando eu finjo que você me ama
fica tudo certo
nossas bocas falam de um sonho doce
em confidências claras
e a sua mão acalma meu escalpo
de preocupações centenárias

,

quando eu finjo que você me ama
tudo ganha cor
minha pele se aconchega no macio abraço
da sua imensa doçura
os poemas que eu fiz pra você saem da minha cabeça
e tudo em volta é silêncio

ALERTA: esta página não passa de um palavreado solto, um conteúdo digital desabafístico. Tal conteúdo não é, não pretende ser e NUNCA será literatura de verdade. (Onde queres Chico, sou Latino. É triste, eu sei).