Além do Cristo Redentor…

Cachoeira do Horto, Vista Chinesa e Mesa do Imperador são pontos da cidade do Rio de Janeiro importantes, mas muitas vezes renegados se comparados ao Pão de Açúcar, Corcovado e Praia de Copacabana. Se você nunca visitou o Rio, não sabe o que está perdendo.

Pode ser difícil de acreditar, mas a beleza do Rio de Janeiro vai mais além da orla de Copacabana e Ipanema. A cidade cresceu entre o mar e a montanha e por isso desfruta de inúmeros passeios alternativos que podem resultar em dias divertidos e longe da confusão da Zona Sul carioca.

O Rio oferece trilhas e cachoeiras no meio da cidade, em pela Zona Sul. E de quebra você pode desfrutar de uma vista deslumbrante de um dos pontos mais importantes da cidade.

Cachoeiras do Horto: Chuveiro e do Quebra

Ali em pleno Jardim Botânico, no coração da Zona Sul do Rio, tem uma Oasis chamado Horto. As cachoeiras do Horto ficam dentro do Parque Nacional da Tijuca e funcionam das 8h às 17h. São várias cachoeiras e trilhas pelo parque, mas as mais famosas são: Cachoeira do Quebra e Cachoeira do Chuveiro. Você pode entrar no parque pelo Jardim Botânico, com entrada pela Rua Pacheco Leão. Passando pela guarita do Parque depois de 20 minutos de caminhada você chega no começo da trilha.

A trilha para a Cachoeira do Horto

A partir do início da trilha, você caminha 20 minutos em um caminho íngreme, porém tranquilo e bem sinalizado. Dica: Vá com um tênis confortável, pois as pedras são escorregadias.

A primeira cachoeira para quem começa a trilha no Jardim Botânico é a Cachoeira do Chuveiro. Logo após tem a Cachoeira do Quebra. Vale lembrar que ambas são bem rasas e não pode pular.

Seguindo a trilha subindo mais um pouco, você irá chegar na Vista Chinesa.

A Vista Chinesa é um mirante no estilo chinês que fica no alto da Boa vista. De lá você tem uma vista panorâmica da cidade do Rio de Janeiro com as Praias da Zona Sul, Lagoa Rodrigo de Freitas, Corcovado, Morro dois Irmãos e Pão de Açúcar de uma perspectiva diferente a que estamos acostumados.

O pagode no estilo chinês foi uma homenagem aos chineses que trouxeram o cultivo de chá ao Brasil no início do século XIX. Fica estrategicamente posicionado em uma clareira na mata e está a 380 metros do nível do mar.

Mas, se você acha que já viu tudo por um dia, não se engane. Caminhando mais a frente, pela estrada da Vista Chinesa, você chega à Mesa do Imperador.

Mesa do Imperador

A Mesa do Imperador é um ponto de apoio criado para servir de suporte durante os frequentes passeios da família do Imperador D.Pedro II.

A vista da Mesa do Imperador é bem parecida à da Vista Chinesa. Porém, como é menos conhecida, tem muito menos turistas. Então, se você não curte aglomeração para tirar foto, esta é a dica.

Resumo da Trilha:

Distância: 4,5km

Grau Médio da Trilha: Moderado

Maior Altitude: 503m

Menor Altitude: 90m

Diferença de elevação: 413m

Like what you read? Give Nomade.Tips a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.