*penso que penso

arranha-céus de estupidez 
jogos putrefatos 
 postos à mesa 
roda de enganos gira desenganos
celebra o fútil 
inútil 
carcomida incompetência 
gênios pensantes 
delirantes errantes 
palco armado 
plateia oca 
frustração sem fim 
o túmulo paciente 
ciente
miudeza gera miudeza
fraqueza busca grandeza
tango, Coca-Cola, sacolé
nada a ver
sabe como é que é

Norton Ferreira.