Arrume um Hobby e saia do celular

Tomando um café com um bom amigo eu perguntei – hey, qual seu hobby?

Por um momento ele parou para pensar e disse ser música, ele canta muito bem e isso fez todo o sentido. Mas o que eu não tinha percebido é que eu mesmo não estava pronto para responder essa pergunta.

assista SOBRE OS 99%

Qual seria o meu hobby afinal? Como meu amigo puxou a conversa para outra direção, não tive oportunidade de responder na hora. Resolvi ponderar sobre agora. Eu criei um vídeo diário semanal, isso pode ser considerado um hobby, mas…

O fato é, a gente trabalha demais. Eu entendo, no Brasil não podemos escapar da realidade que prá lá de 50 horas semanais. E temos família, e temos gatos, e tem o Facebook e o Netflix (não, redes sociais não pode ser seu hobby). Tempo é literalmente vida, e a forma que a gente gasta nosso tempo é a forma como gastamos nossa preciosa vida.

Eu acredito que precisamos ser mais conscientes sobre isso. E hobby é uma forma muito boa de se organizar para existir de forma mais racional. Então ai vai algumas verdades sobre hobby:

1 – Hobby é uma ótima forma de ter sua mente livre.

Todo mundo precisa relaxar a mente de vez em quando. E nos últimos anos temos nos enganado achando que uma tela em nossas mãos está fazendo isso. Não é a toa que as melhores ideias surgem no banho ou quando estamos prestes a pegar no sono. Toda arte ou estratégia precisa de uma mente relaxada. Hobby é onde você relaxa.

2 – Não importa o quão idiota possa parecer, tem um monte de gente que ama fazer isso também.

O legal de ter um hobby e realmente se importar com isso, é que é uma excelente forma de fazer novas amizades e se integrar em uma comunidade. Não precisa comprar uma Harley e entrar na gang, hobbies muito mais simples podem proporcionar aventuras incríveis com novos amigos.

3 — Algumas coisas a gente faz por amo e outras pela dor.

Principalmente quando se trata de exercícios físicos, as vezes um susto médico é a melhor forma de jogar a gente em um hobby novo. Eu nunca tive problemas graves de saúde graças a Deus, mas muitos amigos de pouca idade tiveram, e isso me inspirou a começar a correr. Eu não corro como um maratonista ou algo assim, apenas 20–30 min de jogging umas 2 vezes por semana. E olha, isso já faz uma baita diferença.

Poucas pessoas tem me inspirado mais nesses últimos tempos do que Casey Neistat. Ele também tem um vlog diário no Youtube, que com toda a certeza vale a pena ser acompanhado. Enfim, em uma entrevista essa semana, ele falou algo que eu concordo muito: "Seu cérebro é basicamente tudo o que você é, e ele fica protegido dentro dessa máquina que chamamos corpo. Principalmente quando somos jovens não levamos em consideração isso, mas a verdade é que sem esse corpo funcionando bem, nosso cérebro não pode fazer muita coisa" — ou algo assim, sou péssimo para lembrar detalhes.

De qualquer forma, existem mil razões para você ter um hobby, só quis deixar aqui uma sugestão geral. Tempo é vida, viva com ponderação.

:) por um 2016 mais vivo!

Abraços,

Nathan

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.