A verdade por um fio…. dental :)

“_ Môr, você usou fio dental hoje? _Talvez.”

Hilário!!! Ri baldes e nem sob tortura conto os nomes dos envolvidos.

Mas a realidade em relação ao uso do fio dental é bem essa mesmo. Difícil pra quem não compreende a importância do seu uso se dedicar a usá-lo diariamente, todas as vezes que escova os dentes. Difícil também para quem não é orientado de como usa-lo corretamente, o que pode acabar ferindo a gengiva, causando desconforto, dor e problemas bucais.

A relação com a higiene bucal deveria ir além do evitar cáries e gengivites. Penso que é preciso que as pessoas a encarem com o mesmo prazer com que encaram tomar o banho diário. Deveria ser um prazer cuidar da higiene bucal. A sensação de limpeza após uma escovação correta é prazerosa, confesse…. então porque não se dedicar a ela como tal?

A limpeza com o fio dental deve ser feita para alcançar locais que a escova não alcança, como a área entre os dentes em que o espaço é muito reduzido, e também no que chamamos de gengiva livre. Ela é a gengiva bem próxima aos dentes e que não é aderida a nada. Ali entre os dentes, onde restos de alimentos podem se alojar e permanecer se não forem removidos pelo fio dental, essa gengiva fica sujeita a inflamação, pela decomposição desses alimentos, o que causa danos a ela, dentes adjacentes e o mau hálito.

Juntando isso tudo, é preciso que, com a orientação do dentista [todo mundo deve ter um dentista pra chamar de seu, ou no nosso caso, suas ;)], você use o formato correto de fio para o seu caso. São fios, fitas, em espessuras diferentes, com filamentos únicos ou múltiplos, trançados, encerados, não encerados. Enfim, existe sempre um que se adéqua bacaninha à sua dentição.

A maneira de maneja-lo também deve ser adequada à sua dentição e é preciso que lembremos que força não faz parte dela. Lembre-se que as estruturas gengivais ali são delicadas e até mesmo a espessura de esmalte dentário na região é bem pequena. Nada de trancos.

O que está esperando? Entregue-se a essa sensação boa. E na próxima visita ao dentista, peça orientação a respeito do fio e de como usa-lo.