da fugacidade das coisas

estamos os dois
presos em um presente ácido
esperando por um futuro
aonde as coisas possam ser consertadas
que talvez
nunca chegue

Show your support

Clapping shows how much you appreciated nathália oliveira’s story.