“Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve” (Lewis Carol).

Quando não se tem um sentido muito bem definido ou conectado com as suas habilidades e aptidões, isso começa a gerar incertezas e incômodos por falta de clareza sobre o negócio e perspectivas.

Por que a falta de clareza é um desafio?

Todo negócio tem uma razão de ser. Uma ideia vem de um desejo e vontade de colocar aquilo em prática, resolvendo fundamentalmente um problema e atendendo a uma necessidade humana. Nesse sentido, fica claro perceber que o propósito do negócio, mesmo que muitas vezes não esteja tão claro para o empreendedor, existe de alguma forma no seu núcleo, lá no seu DNA.

Observando negócios jovens com tempo inferior a 3 anos, é possível perceber que um objetivo empresarial ainda é muito difuso, meio que em fase de experimentação do mercado e seus clientes, avaliando a demanda, colhendo feedbacks, ofertando aos poucos, novas categorias de produtos e serviços à medida que o negócio se desenvolve.

Tal falta de clareza é um desafio comum nas empresas e gera muita ansiedade ao empreendedor, que não sabe até quando pode seguir com tamanha incerteza sobre o negócio. Isso afeta todo o processo decisório, fazendo com que o gestor tome caminhos que podem antecipar a prematuramente a morte do negócio.

Quais as causas?

Os negócios no Brasil, em sua essência, nascem por necessidade ou oportunidade, o que não é de todo ruim. Mas quando pensamos em negócios que serão perenes e sustentáveis, a superficialidade da razão de ser de negócios pode levar para rumos muito incertos.

Com negócios mais imediatistas, esses empreendedores tem uma expectativa de curto prazo para o retorno do investimento e isso quase que sempre é impossível, pois não se pode ser tão otimista quando se propõe algo novo no mercado e muitas vezes sem experiência anterior.

Como enfrentá-la?

O propósito bem definido norteia de forma mais clara esse futuro e diminui a incerteza.

O fato é que quando se pensa em negócios, temos que ter uma maior profundidade não só sobre o conceito que se pretende empreender, lucro que se quer obter ou valor a ser investido. É fundamental ter também a clareza sobre o propósito do negócio e suas estratégias para se desenvolver num mercado dinâmico e acelerado. Tudo se desdobra a partir daí: posicionamento, perfil de pessoas que vai contratar, fornecedores que pretende se relacionar, perfil do cliente que deseja atrair, parcerias a serem construídas, tipo de dedicação e energia a ser dispendida.

Essa clareza de propósito dá ao empreendedor maior serenidade na tomada de decisão sobre o negócio e principalmente resiliência para vencer os desafios dessa jornada. A consciência sobre o empreendedorismo proporciona perspectivas mais reais sobre o futuro dos negócios, garantindo riscos mais calculados ao enfrentar os problemas e dificuldades do dia a dia.

“A consciência sobre o empreendedorismo proporciona perspectivas mais reais sobre o futuro dos negócios”

Essa consciência expandida deve ser compartilhada com os colaboradores, fornecedores, clientes e sócios, garantindo assim uma jornada mais alinhada e mais humana dos negócios, encarando empresas como organismos vivos que tem a sua finitude em um ecossistema real.

Se identificou? Clique aqui e baixe agora, gratuitamente, o nosso e-Book: Empreender. Uma jornada cheia de desafios.