O Iwata disse mesmo aquilo?!

Um assalto ao castelo que chamo o meu corpo deu-se a semana passada, via Time (http://ti.me/1MKapHy), e só agora é que dei por isso. Aconteceu, como quem dá pela vermelhidão na zona da virilha quando já é simplesmente tarde de mais.

O Sr. Iwata, o presidente e CEO da Nintendo — e uma das minhas pessoas favoritas no mundo quando é hora de ir ao cabeleireiro e explicitamente dizer “não quero *assim*” — foi entrevistado pela Time a propósito de… ai, o que era mesmo? Jogos mobile desenvolvidos pela Nintendo, certo! Sobre esse assunto acho que já se escreveu tudo o que havia para escrever com a informação existente até à data. O que despertou a minha curiosidade e que pode ter iludido os demais radares foi a seguinte passagem:

“Wii U may not be [people’s] first console of choice, but they recognize it as perhaps the best second console.”

Ele disse mesmo aquilo?!

Eu gosto de honestidade bruta e amor duro, mas o Sr. Iwata talvez tenha exagerado. A Wii U não é diferente da maioria das consolas de casa da Nintendo, i.e. destina-se a quem prefere jogos da Nintendo. Essas pessoas existem. E os vossos jogos são suficientemente bons para trazer para o vosso jardim francês nova clientela. É a vossa comunicação que não tem prestado.

Don’t diminish yourself, Nintendo. Ninguém gosta de um derrotista.