Grupo de cores dos alimentos

A cor dos alimentos revela parte de sua composição nutricional e pode ser uma boa referência para montar refeições balanceadas. A regra vale especialmente para frutas, verduras, legumes e grãos.

Existem cinco grupos definidos pela cor semelhante dos alimentos. São eles: vermelho, amarelo, roxo, marrom e verde.

Amarelo

O betacaroteno é o principal elo entre alimentos amarelos. Está ligado à manutenção dos tecidos e à visão noturna. Também chamado de pró-vitamina A, o betacaroteno favorece o metabolismo de gorduras e, por isso, representa uma opção interessante de sobremesa saudável.

Há também as vitaminas C e B-3 nos alimentos amarelos, substâncias benéficas ao sistema imunológico e ao sistema nervoso. Mamão, cenoura, laranja, manga, pêssego, abóbora e damasco são exemplos deste grupo alimentar.

Vermelho

Esses alimentos têm licopeno um poderoso antioxidante. Ele combate os radicais livres que favorecem o envelhecimento. Na lista dos alimentos vermelhos também estão presentes morango, tomate, melancia, caqui, framboesa, cereja e goiaba vermelha.

O licopeno tem função protetora para o coração e alguns estudos sugerem que esse nutriente possui efeito contra alguns tipos de câncer, como o de próstata. Alimentos vermelhos contêm também antocianina, que estimula a circulação sanguínea.

Verde

Esses alimentos têm clorofila, substância com forte potencial antioxidante. Há também cálcio nas folhas verdes, o que torna esse alimento bastante indicado em dietas vegetarianas.A quantidade não é tão alta quanto no leite, mas é bem expressiva. Uma porção de alfafa, por exemplo, contém o mesmo cálcio de um copo de leite. Salsa, agrião, pimentão verde, brócolis, chicória, vagem, couve, kiwi, ervilha, espinafre, limão e pepino também fazem parte do mesmo grupo.

Marrom

Fazem parte desse grupo as castanhas, cereais integrais, linhaça e nozes. São boas fontes de fibras e de selênio, que favorece a melhor disposição mental. Esses alimentos também são fontes de ômega-3 e 6,a ingestão deste tipo de gordura, também chamada de gordura saudável, é fundamental para o controle dos níveis de LDL (colesterol ruim) e de triglicerídeos. Os alimentos marrons possuem ainda vitamina E, importante na regeneração dos tecidos.

Dica para quem pratica esporte: o exercício provoca pequenas lesões em ossos e músculos, obrigando os tecidos a trabalhos mais intensos de regeneração. No caso da musculação, em especial, o equilíbrio entre lesão, descanso e recuperação dos tecidos possibilita a hipertrofia (ganho de massa muscular).

Roxo

Os alimentos roxos têm vitamina B1, importante para o metabolismo da glicose. Esse grupo alimentar também apresenta ácido elágico, substância com propriedades antioxidantes. Temos como principais integrantes desse grupo a uva, a ameixa, o figo, a beterraba, o repolho-roxo, a jabuticaba e a alcachofra.

No decorrer do dia é bom variar as cores e os representantes de cada grupo, embora existam propriedades nutricionais comuns aos alimentos de cada cor, cada um tem valores particulares. Durante as refeições principais devemos incluir ao menos 3 cores no nosso prato, além de complementar a refeição com proteínas.

Nutricionista Ariela Issa