Vitaminas Lipossolúveis — Vitamina A

São compostos orgânicos, que não podem ser sintetizados pelo organismo. Encontram-se em pequenas quantidades na maioria dos alimentos. São essenciais para o bom funcionamento de processos fisiológicos do corpo. São substâncias extremamente frágeis, podendo ser destruídas pelo calor, ácidos, luz e certos metais. Suas principais propriedades envolvem dois mecanismos importantes: o de coenzima (substância necessária para o funcionamento de certas enzimas que catalisam reações no organismo) e o de antioxidante (substâncias que neutralizam radicais livres).

Hipovitaminose: Carência parcial de vitaminas. Avitaminose: Carência extrema ou total de vitaminais. Hipervitaminose: Excesso de ingestão de vitaminas. Pró-vitaminas: Substâncias a partir das quais, o organismo é capaz de sintetizar vitaminas. Ex: carotenos (pró-vitamina A) e esteróis (pró-vitamina D). Complexo vitamínico: Conjunto de diversas vitaminas.

Vitaminas lipossolúveis: São as vitaminas A, D, E e K, solúveis em gorduras. São encontradas em alimentos essencialmente lipídicos. Necessitam da bile para sua absorção e são transportadas via circulação linfática. Podem ser armazenadas e suas funções são geralmente estruturais.

Vitamina A O retinol é referido como pré vitamina A. Ela ajuda a aumentar a imunidade do organismo para combater infecções e mantém os olhos e a pele, humidos.

A vitamina A ou retinol é uma vitamina solúvel em gordura, que desempenha um papel importante para assegurar a saúde dos olhos ​​e o desenvolvimento ósseo. A deficiência de vitamina A é a causa mais importante de cegueira entre crianças. A vitamina A pode prevenir a cegueira noturna e os olhos secos e garantir uma visão clara.

Sintomas de deficiência: Alguns dos principais sintomas de deficiência de vitamina A incluem queratinização da pele, cegueira noturna, sensação de queimação ou coceira nos olhos, inflamação das pálpebras, xeroftalmia (secura da conjuntiva), cabelo sem brilho ou com caspa, unhas quebradiças, que se quebram com facilidade, distúrbios sexuais, alterações pré-cancerosas nos tecidos corporais. A deficiência de vitamina A também pode resultar em insónias, fadiga e depressão.

A vitamina A possui ainda atividade antioxidante, ação na retardação do envelhecimento célula.

Fontes importantes são: óleos de fígado de peixe, natas, gema de ovo, fígado bovino, queijo, queijo cheddar, a manteiga e produtos enriquecidos de leite são ricas fontes de vitamina . A Legumes e frutas de cor amarela ou laranja, que contém o pigmento caroteno também são boas fontes. Ter alimentos tais como, a batata-doce, a cenoura, brócolos, espinafres , manga, abóbora, tomate, farinha de aveia, damasco, pêssego, ervilha, mamão e couve na sua dieta diária assegura um fornecimento regular de vitamina A.

A vitamina A é necessária apenas em quantidades vestigiais e qualquer quantidade em excesso será expulsa pelo corpo sem ser absorvida. Certifique-se de assegurar um abastecimento regular da quantidade necessária para obter melhores resultados. A overdose de Vitamina A pode ter sintomas como visão turva e náuseas, sintomas mais severos podem incluir o retardo do crescimento e aumento do baço e fígado, entre outros.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.