Boa noite com Lewis #17 — A ditadura do orgulho

O triste é que o pior de todos os vícios, o orgulho, é capaz de se infiltrar no âmago de nossas vidas religiosas. Porém, é fácil ver o porquê. Os outros vícios, menos ruins, vêm do Diabo, que trabalha em nós por meio de nossa natureza animal.

No entanto, o orgulho não vem da nossa natureza animal, mas diretamente do inferno. Ele é puramente espiritual, e, por isso, é o mais sutil e mortal. Pela mesma razão, o orgulho pode muitas vezes ser usado para derrubar os vícios mais simples.

A verdade é que os professores muitas vezes apelam para o orgulho ou “autoestima” dos meninos para fazê-los se comportar de forma decente. Muitas pessoas até venceram a covardia, a luxúria ou o mau humor, por aprenderem a achar que estavam abaixo do seu nível de dignidade — isto é, por orgulho.

O Diabo só dá gargalhadas. Ele se contenta em ver você se tornando casto, corajoso e controlado, desde que consiga instaurar em você a ditadura do orgulho e do tempo todo — da mesma forma que ele ficaria contente em ver você curado de um resfriado, para substituí-lo por um câncer.

O orgulho é um câncer espiritual.

Ele corrói a própria possibilidade de amor, de contentamento, ou até mesmo, de bom senso.

Trecho da Obra: Mere Christianity [Cristianismo Puro e Simples]

Show your support

Clapping shows how much you appreciated O2’s story.