A sala de aula precisa evoluir!

Você faz ligações hoje como sua avó fazia? A televisão que sua avó assistia é a mesma que você assiste hoje? Talvez você nem assista mais, prefira um vídeo no youtube ou uma serie no netflix direto no seu smartphone. Então, telefone mudou. Televisão mudou. Transporte público mudou. A forma como tudo era feito, foi modificada. Você pode dizer que isso sempre foi assim, e você esta completamente certo. Tivemos a revolução industrial, a segunda revolução, a terceira… A internet, a internet das coisas… A verdade é que a mudança faz parte da nossa essência e, mesmo os mais resistentes a elas, sabem que precisam se adaptar.

Mas se, hoje em dia, já esta claro para todos que as coisas mudam. Hoje em dia a tecnologia avança de forma cada vez mais rápida e surpreendente. Por que estou escrevendo para falar disso? Por que estou trazendo para a pauta um tema já muito explorado?

Minha pergunta é: Se tudo evoluiu. Se tudo foi melhorado, criado, desenvolvido…. Por que você ainda estuda como seus pais? Como seus avós? Como se estudou a vida toda? Afinal de contas, por que a sala de aula não acompanhou a evolução do mundo?

Não estou falando de professores desmotivados até porque, apesar de mal remunerados, em sua maioria, se dedicam muito a profissão que escolheram. Nem de ter uma sala com computadores, aula de informática ou distribuir Ipads (apesar de achar que isso ajuda). Estou falando da evolução da sala de aula como um todo. Me ensinem o Teorema de Pitágoras e a Fórmula de Báskara, mas me possibilitem também aprender uma linguagem de programação de software. Me façam decorar o nome do arquiduque morto que desencadeou uma guerra mundial (óbvio que não lembro o nome dele e nem se foi a primeira ou segunda guerra… hum… google), mas também me expliquem como o mercado imobiliário americano afeta a economia do meu bairro.

Precisamos que a sala de aula acompanhe a evolução do mundo. Precisamos que a escola nos ensine coisas que realmente serão uteis na nossa formação. Hoje, uma criança de dois anos é capaz de desbloquear o smartphone, acessar o youtube, procurar pelo seu vídeo favorito e deitar para dormir. Com dois anos, eu arrastava um carrinho pela sala, no máximo.

A evolução do mundo afetou as pessoas e as relações entre elas. Não é possível que continuemos aprendendo as mesmas coisas e da mesma forma que nossos bisavós. Essa não é uma mudança fácil, muito menos uma mudança possível de ser alcançada apenas pela escola. A mudança precisa ser no sistema de ensino, precisa preparar nossos filhos para evolução rápida que irão encontrar em todas as áreas e como poderão buscar respostas e participar dessa evolução.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.