Que nome dar a uma viralata?

Cachorro de orelha grande

Quando eu era criança, eu sonhava com um beagle (é aquele das orelhonas?) chamado “dog” (que criativo). Muito mais tarde, tive meu primeiro canino.

Foi quando a gente brincava de de subir no muro do terraço, que a vimos: Era uma viralata “amarelo-queimado”, fraca, lenta e sem rabo.

Nos apaixonamos por ela e nós três fomos correndo falar com meu pai, suplicando em uníssono:

Deixa e gente ficar com ela, pai!

Ele deixou (!) e então fomos pensar no nome.

Não poderia ser dog, porque, pra mim, dog era nome de cachorro, não de cadela (vai entender).DFoi meu pai mesmo que, no topo de seu trono acochoado, disse pra gente que “Sura” significava “Aquela que não tem rabo”

Então, era. (pesquisei depois de mais velho e nunca encontrei).

Começou assim o reinado dos animais na minha casa. A sura teve o Max e a Pity (é. A cantora), que tiveram mais umas três barrigadas de 7–11 filhotes.

Também tinha gato, jabuti e pombo…

O Max era incrível. Ele obedecia comandos com o simples estar num lugar na hora certa.

Havia horário para ele sair da casinha dele e para voltar para lá. Era só sair no terraço que ele entendia.

A hora de sair da casinha era a mais incrível. Ele sabia abrir a porta, mas não sair até que a gente autorizasse. Vai dizer que não merecia o nome?

Perto dos meus pais se separarem, só tínhamos o Max. (A Pity e A Sura já tinham morrido).

Nossa casa tinha um vasto quintal. Nossa nova casa só tinha um terraço apertado. Max precisava de terra, de lama, de liberdade.

Depois de muitas fugas dele, doamos ele para um dono de sítio. Nunca fui visitá-lo. Aposto que ele se divertiu muito lá.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.