O retrato de família das figuras de linguagem

Quando estudei um material de concurso há um tempo, acabei inventando uma espécie de mnemônico com os tipos de figura de linguagem. Caso seja útil para alguém, fica aí:

Papai Anacoluto, casou-se com mamãe Anáfora. Após alguns anos, nasceu a pequena Antítese. Escolheram como padrinho e madrinha, titio Assíndeto e titia Aliteração. A pequena cresceu e casou-se com o jovem Eufemismo, garoto simpático. Nada parecido com a sogra, Catacrese e sua vizinha Comparação, duas fofoqueiras de plantão. E por fim a prima Elipse, ah o que dizer da prima Elipse...

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lorenço’s story.