ser eleita por mais de 54 milhões de pessoas.
O ‘brasileiro idiota’ ainda não percebeu que não foi contra a corrupção
Democratize
1368

Há dúvidas tanto sobre questões de contas de campanha, irregularidades inúmeras relacionadas a financiamentos e o próprio fato de suspeita de fraude eleitoral. O fato da “grande mídia” evitar tocar nesse assunto com a frequência que deveria não significa que ele deva ser ignorado.

A “eleição” de Dilma para o segundo mandato não deve ser dada como tão certa, sob pena de se incorrer em uma leviandade.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.