Paz

Hoje, por incrível que pareça, foi um dia feliz.

Foi um dia em que acordei, e senti o sossego, a paz de não ter mais o peso no meu coração. Foi o dia em que, mesmo tendo tudo pra ser aquela fatídica data tristonha, foi apenas um dia normal e tranquilo.

Hoje, fazem 6 anos.

6 anos em que você, finalmente, teve o descanso merecido, depois de tanto lutar, tanto dar de si mesmo pra sobreviver e ficar bem.

Hoje, eu vejo que o meu coração, que era repleto de dor, solidão, amargura e saudade, deu espaço pra felicidade, amor, tranquilidade, conquista, orgulho, além de tantos outros sentimentos igualmente honrosos.

Hoje, você não está só dentro de mim, porque a vida tratou de me guiar até alguém que se alojou no meu coração, e agora não sai mais.

Aproveite a companhia, aproveite os sentimentos bons, e espero que o orgulho que sempre sentiu de mim continue crescendo. Sempre me vigiando com esses olhos que mais parecem oceano: Verde azulados, profundos, que exalam calmaria mesmo sendo tão caóticos.

Amo você, e sempre amarei!

Seja nesse amor de pai e filho, seja nesse amor de amizade.

Meu bom e eterno companheiro.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Pedro Lopes’s story.