Qual Headset que você deve comprar? Aqui está as ofertas VR de hoje!

É o que temos para hoje!

Tá tendo

Pela primeira vez na história você pode comprar um Headset VR como os de filmes da década de 80 e levar para sua casa.

Agora já podemos dizer que há uma ampla gama de headsets de realidade virtual no mercado, a partir do high-end Oculus Rift para os de entrada de nível Samsung Gear VR e vamos deixar de fora o nosso querido DIY Google Cardboard, afinal o Daydream está chegando. Todos eles oferecem uma grande variedade de experiências, que vão desde jogos a histórias interativas para vídeo de 360 ​​graus.

Aqui separamos alguns detalhes que podem ajudar você a escolher o seu Headset ideal. Essa decisão provavelmente vai estar alinhada ao quanto você está disposto a gastar e que tipo de hardware você já possui. A maioria destes headsets custar centenas de dólares, enquanto alguns exigem computadores caros high-end.

Aqui está as ofertas VR de hoje — e que headsets recomendamos.

GearVR

GearVR

Samsung Gear VR
Preço: $ 99.99
Requisitos do sistema: Compatível com os seguintes telefones Samsung: Galaxy S7, Galaxy S7 Edge, Galaxy Note 5, Galaxy S6 Edge+, Galaxy S6, Galaxy S6 Edge
Custo estimado de requisitos do sistema: entre aprox. US$ 629 e US $ 800
Número de aplicações e jogos disponíveis: Mais de 250 aplicativos através da Oculus loja, 750 vídeos através do serviço de conteúdo Milk VR da Samsung
Sensores: giroscópio, acelerômetro, sensor de proximidade, touchpad para navegação
Campo de visão: 101 graus
Resolução: Baseado em telefones Samsung com 2.560 × 1.440 display de alta resolução (Nota: resolução quando se olha através da GearVR será menor, uma vez que fornece uma visão da tela do telefone)
Taxa de atualização: 60Hz
O que está na caixa: O Headset Samsung Gear VR

Preço de US $ 99,99 do Samsung Gear VR, o fato de que é sem fio, e sua fácil configuração geral o torna mais prático, embora mais limitado perto de headsets de realidade virtual premium, como o HTC Vive e Oculus Rift. Se você não viu nada de VR o GearVR é provavelmente a melhor opção para você, especialmente se você já possui um telefone Samsung.

Porque é que o GearVR é mais barato? Ele tem várias limitações: Ele não acompanha o movimento do seu corpo no espaço digital como o Vive, Rift, e PlayStation VR, isso restringir como você pode interagir com os objetos virtuais. Isto significa que você não pode acenar usando o GearVR. Em vez disso, você precisará usar o touchpad um controlador para navegar pelos mundos virtuais.

Dito isto, o GearVR oferece uma experiência bastante convincente para enganar o seu cérebro, uma sensação que faz com que a realidade virtual seja diferente de tudo que você já experimentou até hoje. A experiência é vívida o suficiente para dar-lhe um sabor da realidade virtual a um preço muito mais acessível do que os outros Headsets listados aqui.

O Samsung Gear VR tem muito espaço para melhorias. Sua maior desvantagem é que ela não tem um controlador especifico para a realidade virtual e já o Daydream da Google, que custará apenas US $ 79 e poderia, eventualmente, ser compatível com uma ampla gama de smartphones, lançado em novembro — com um controle remoto que permite que os controles de gestos. Se ele funciona bem, a Google Day Dream View poderia substituir o GearVR como nossa top Headset desta lista. Mas vale a pena mencionar que o GearVR é alimentado pela plataforma Oculus, o que significa que já temos um lotes grande de conteúdo e provavelmente venha mais e mais. Uma coisa tem que ser dita, “Eu adoro o meu GearVR”.

Sony PlayStation VR

Sony PlayStation VR
Preço: $ 399,99
Requisitos do sistema: PlayStation 4 (padrão, Pro ou Slim), PlayStation Câmera, controladores PlayStation Move (opcional mas recomendado)
custo estimado de requisitos de sistema: Cerca de US $ 300- $ 400, dependendo do modelo do console, cerca de US $ 59,99 para PlayStation Câmara, $ 49,99 para o controlador PlayStation Move
Número de aplicações e jogos disponíveis: 30 no lançamento, 50 antes do final do ano.
Sensores: Sistema de detecção de movimento de seis eixos (giroscópio de três eixos, de três eixos acelerômetro)
Campo de visão: Cerca de 100 graus
Resolução: 1920 × 1080 com todas as cores RGB
Taxa de atualização: 120Hz, 90Hz
O que está na caixa: O headsetVR, unidade de processamento, VR cabo de conexão do headset, cabo HDMI, cabo USB, fones de ouvido estéreo, cabo de alimentação AC, adaptador AC, disco demo com 15 jogos

Aproximadamente US $ 400, o PlayStation VR é significativamente mais barato do que outras ofertas prémio VR, como os US $ 600 do Oculus Rift e US $ 800 do HTC Vive. É uma opção especialmente sensível para os jogadores VR-curioso que já possuem um PlayStation 4, uma vez que console atual da Sony e uma câmera de US $ 59,99 é tudo que você precisa para alimentar o dispositivo (cerca de US $ 25 por controladores de movimento da Sony que são opcionais). Independentemente disso, aqueles que não possuem um PlayStation 4 pode comprar um que ainda fica mais barato do que um PC atualmente necessária para alimentar o Vive e do Rift.

Os gamers hardcore que possuem tanto uma PlayStation 4 e um PC loco pode estar se perguntando como o PlayStation VR pode ser comparado a seus rivais mais caros. Enquanto a resolução do PlayStation VR pode não ser tão boa quanto a do Vive e Rift, o PSVR é mais confortável de usar, mais fácil de configurar do que HTC, e oferece suporte a controle de movimento logo no lançamento. (Proprietários do Rift só em s de Dezembro a US$ 199 os Touch controllers) Embora a resolução do Rift é tecnicamente superior, o visor do PlayStation VR foi especificamente projetado para mostrar as cores vermelha, verde e cores azuis em uma maior qualidade do que o preto. Isso faz com que os gráficos sejam exibidos de forma mais vívida e clara, uma vez que é mais difícil de ver os espaços negros entre os pixels na tela do PlayStation VR. O mecanismo Sony de ajuste de foco é muito mais simples também do que a maioria dos Headset VR, e é amigável para os utilizadores.

A grande desvantagem do PlayStation VR é que os usuários estão ligados por cabos de difícil controle, que às vezes dificultam a experiência. Isso também é um problema com o Oculus Rift e HTC Vive, ambas as quais precisam ser amarrados a um computador para funcionar. Isto é em parte a maior vantagem dos VR mobile smartphone, por isso o Samsung Gear VR é tão atraentes…. mais, não fornecem uma high-end experiência.

O PlayStation VR não faz um bom trabalho em mostrar os controladores de movimento quando você não está jogando um jogo específico. O Vive, pelo contrário, exibe seus controladores no espaço digital, tornando mais fácil de navegar nos menus e alterar as configurações. O PlayStation VR não faz isso, o que significa que é difícil alternar entre o controlador DualShock padrão e o controles Mover enquanto usa o headset.

Oculus Rift

Preço: US$ 599
Requisitos do sistema: Computador com as seguintes especificações: NVIDIA GTX 970 / AMD R9 290 equivalente ou superior, Intel i5–4590 ou superior, 8GB de RAM ou mais, compatível com HDMI 1.3 saída de vídeo, 3 portas USB 3.0 e uma porta USB 2.0, o Windows 7 SP1 64 bits ou mais recente
custo estimado de requisitos de sistema: Cerca de US $ 1.000 
Número de aplicações e jogos disponíveis: Mais de 100 jogos
Sensores: giroscópio, acelerômetro, sensor óptico para o rastreamento espaço periférico
Campo de visão: 110 graus
Resolução: 1200 × 1080 pixels por olho
Taxa de atualização: 90Hz
O que está na caixa: O Oculus Rift com um guia de iniciação rápida, sensor de câmera com suporte integrado, pequena ferramenta de plástico para a remoção do headset com bateria integrada, Xbox One gamepad sem fio, receptor sem fio Xbox One USB para gamepad e instruções, duas pilhas AA para gamepad, dois adesivo do logotipo da Oculus e um pano paar limpara a lente.

Muito semelhante a jogar jogos no PlayStation VR, embora a resolução de exibição do Rift é um pouco mais nítidas. Os controles chegam em dezembro, eu presumo que isso também vai parecer mais ou menos como usar as varinhas do PlayStation VR. Como o PlayStation VR, o Rift requer uma única câmera que acompanha os movimentos. Que permite aos jogadores acenar dentro do alcance da câmera para interagir com jogos e aplicativos. Tal funcionalidade é crucial para se sentir mais real do que quando se utiliza um controlador de jogo regular. proprietários do Rift que desejam atualizar a experiência pode optar por comprar sensores adicionais por US $ 79 cada, o que pode permitir uma experiência de realidade virtual Room-scale semelhante ao da HTC Vive.

O Rift sofre o mesmo problema de cabos pendurado, certamente não decepciona. Mas para os jogadores que procuram uma experiência premium VR, recomendamos o PlayStation VR em vez disso, simplesmente porque é mais barato. As diferenças entre os dois fones de ouvido em termos de desempenho não são tão diferentes e a seleção de jogo também não para justificar um extra de US$ 200 a mais, para não mencionar o PC caro que você precisa rodar o Rift.

Ainda assim, ele poderia muito bem mudar no futuro. O Facebook quer fazer VR a próxima grande plataforma social, de modo que é provável que assistamos a novos recursos que vão torná-lo útil para mais do que apenas jogos e assistir filmes. (Esses recursos poderiam também vir para headsets mais baratos da plataforma Oculus, como o já mencionado Samsung Gear VR).

Já há uma razão para escolher o Rift inves do PSVR: Se você já tem um computador de jogos high-end, e você não tem um PlayStation 4, faz mais sentido você pegar um Rift.

HTC Vive

Preço: $ 799
Requisitos do sistema: Computador com as seguintes especificações: NVIDIA GeForce GTX 1060 ou Radeon RX 480 equivalente ou melhor, Intel Core i5–4590 ou AMD FX 8350 equivalente ou melhor, 4 GB de RAM ou mais, HDMI 1.4, DisplayPort 1.2 ou mais recente, 1 USB 2.0 ou melhor, Windows 7 SP1, o Windows 8.1 ou posterior
custo estimado de requisitos de sistema: Cerca de US $ 1.000
Número de aplicações e jogos disponíveis: 717 jogos e experiências entre Viveport da HTC
Sensores: unidades de inércia de medição (IMU), rastreamento de posição, G-sensor (acelerômetro), giroscópio, proximidade
Campo de visão: 110 graus
Resolução: 1080 × 1200 pixels por olho
Taxa de atualização: 90Hz
O que está na caixa: 2 estações de base, 2 controladores com colhedores, headset (com 3 em 1 cabo e cabo de áudio), cabo de sincronização, adaptador de energia da estação base, kit de montagem, caixa de ligação, caixa de ligação almofada de montagem, adaptador de energia caixa de link, cabo HDMI, cabo USB, fones de ouvido, almofada de rosto alternativo, pano de limpeza, dois carregadores micro-USB (para os controladores)

O HTC Vive está em uma classe própria. Comparando com o Oculus Rift, PlayStation VR e VR Samsung Gear quase parece injusto. Isso porque o Vive utiliza dois sensores especiais que mapeiam fisicamente seu ambiente, tornando possível reconhecer um mundos virtuais como se estivesse no holodeck de Star Trek. É um efeito limitado, mas você pode caminhar para um objeto e interagir com ele. É muito diferente de outros headsets VR, tornando-o mais impressionante dos gadget no mercado de longe. O Rift vai apoiar experiências semelhantes quando começa a usar os sensores extras ainda este ano.

Dito isto, o Vive é também o sistema VR mais caro. O preço de US $ 800, especialmente quando combinada com a aproximadamente US $ 1.000 para um PC. O processo de configuração é mais complicado. Este tipo de realidade virtual, que permite explorar livremente o espaço ao seu redor, ainda é mais adequado para uso em parques temáticos e outros tipos de simulações de jogos. A partir dessa perspectiva, tornando o apoio room-scale um recurso opcional para o Oculus Rift parece ser uma jogada inteligente. Ao invés de pagar cerca de US $ 800 para um pacote que inclui dois sensores, o headset e os controladores de toque, os compradores Rift pode escolher se querem apenas os controladores ou todo o molho. Estamos ansiosos para a próxima geração de Headset, o que pode tornar o Vive disponível a um preço mais barato.

Thiago Toshio Ogusko

Times

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Thiago Toshio Ogusko’s story.