O amor real é inevitável
Igor Alcântara
81

Sou um cara muito distraído, daqueles bem solitários e introspectivos, então tenho bastante problema com isso de expressar o amor, porque as pessoas tendem a pensar que não gosto delas ou que não tenho interesse por elas. Não é verdade, é apenas o meu jeito e não consigo mudar. Costumo expressar meu amor ficando por perto, mesmo que em silêncio, ou trocando olhares e sorrisos. E por mais que não pareça, eu me preocupo muito com quem amo e faço de tudo para ajudar.

Like what you read? Give Jefferson Reis a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.