Mais um terrível ato de barbárie na Europa. Numa pequena capela no interior da França, o padre Jacques Hamel, de 86 anos foi degolado(!) enquanto rezava a Missa.

Mais uma vez a realidade de 11.000 pessoas, que desde 2001 são mortas simplesmente por revelar sua fé cristã na África, Oriente Médio e sudeste asiático, se aproxima da Europa.

Acho que passou da hora de abandonar a ideia de que todos são bons, que a liberdade e a tolerância são objetivos comuns e por isso, podemos viver indefesos.

Para a crua natureza humana, que mais uma vez é revelada em essência no berço da modernidade, não basta mais entregar o "dinheiro do bandido", o carro e os pertences.

Levantar cartazes e pedir paz há tempos não faz mais efeito - se é que algum dia fez. Quando quem te ameaça deseja subtrair seu bem mais importante, os dedos e não os anéis, aos impacientes como eu, resta orar e saber se defender.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.