Apresentação e um simples texto feito na madrugada

Sou Mario, O Menino Mais Que Rico. Gosto de escrever durante as madrugadas. Irei compartilhar alguns de meus textos.

No que estou pensando? Em muitas coisas, já passa das três e cá estou, pensando… Pensando e pensando, é o que me sobrou. É o que tenho, a minha solidão, tenho a mim mesmo. “Se você soubesse o quanto eu preciso da solidão”. Parafrasear… Queria não importar-me tanto, queria não sentir tanto, queria ser mais leve. Parecia algo simples, mas talvez não pra mim. Talvez auto-sabotagem, fui pela primeira vez onde nunca estive. Senti o calor intenso, senti o zero absoluto em seguida. O choque térmico me paralisou, o que fazer quando não sabe-se o que fazer? O desespero assume, atitudes sem razões são tomadas, não pensa-se nas consequências. Afinal, pra que pensar tanto? O que fazer? O que não fazer?

Clube dos Novos Ricos.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch

Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore

Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store