Apresentação e um simples texto feito na madrugada

Sou Mario, O Menino Mais Que Rico. Gosto de escrever durante as madrugadas. Irei compartilhar alguns de meus textos.

No que estou pensando? Em muitas coisas, já passa das três e cá estou, pensando… Pensando e pensando, é o que me sobrou. É o que tenho, a minha solidão, tenho a mim mesmo. “Se você soubesse o quanto eu preciso da solidão”. Parafrasear… Queria não importar-me tanto, queria não sentir tanto, queria ser mais leve. Parecia algo simples, mas talvez não pra mim. Talvez auto-sabotagem, fui pela primeira vez onde nunca estive. Senti o calor intenso, senti o zero absoluto em seguida. O choque térmico me paralisou, o que fazer quando não sabe-se o que fazer? O desespero assume, atitudes sem razões são tomadas, não pensa-se nas consequências. Afinal, pra que pensar tanto? O que fazer? O que não fazer?

Clube dos Novos Ricos.