Existimos

Fotografia: Evan Kirby

aquele beijo inesperado que você me pediu indo para sua casa, guardei, como a lembrança mais sincera. foi como se você tivesse — pela primeira vez — esquecido que existe um mundo lá fora. consigo lembrar como a luz amarela do poste refletia nos paralelepípedos e a risada dos nossos amigos ecoava com o frio daquela rua. mas o meu coração estava aquecido, envolto em teus braços. senti um brilho na íris e, dessa vez, não era você do lado de fora. era você pelo lado de dentro.

quando a tua vontade pareceu se igualar com a minha

quando todas as tuas imprecisões fundiram com a minha cansada expectativa

nós existimos bem ali. é a lembrança mais nítida que tenho dessa existência.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.