Abra suas asas

“I wanna fly
Can you take me far away
Give me a star to reach for
Tell me what it takes
And I’ll go so high”
Wings — Macklemore & Ryan Lewis

Sempre quis voar, quem nunca? Não só voar em um avião, mas ter asas. Ainda mais quando você tem o nome Ícaro, que na mitologia grega voou com suas asas de cera e, ao se deslumbrar com o sol, esqueceu do material de suas asas e caiu, morrendo nas águas do Mar Egeu.

Image o tanto de coisas que você poderia fazer se conseguisse voar. Eu queria voar, ir tão alto, tocar as nuvens, voar junto com os outros pássaros. Podemos fazer isso, simples, basta sonhar. Sonhar. Sonhar do mesmo jeito que eu sonho com você.

Asas. Asas seriam como o amor, seria algo que pudesse alegrar a vida.

“Voar, voar
Subir, subir
Ir por onde for”
Sonho de Ícaro — Byafra

Subir cada vez mais altos nos meus sonhos. Cada vez estar mais perto de você, conseguir ir pra onde quer que seja. Cada vez que me aproximo, mais eu fico deslumbrado, não tem como não ficar, uma graciosidade inigualável. Não só beleza, mas também compaixão, amizade e ternura.

Ir por onde for. Para onde devo ir? Qual o caminho para chegar até você?

Ícaro não chegou até o sol, mas tentou. Talvez se ele estivesse escutado o seu pai, ele não morresse, mas vislumbrado com algo tão magnífico, as vezes é difícil atentar a um detalhe tão simples.

Tente.

Tente, mas seja cauteloso.

“I can fly
But I want his wings
I can shine even in the darkness
But I crave the light that he brings
Revel in the songs that he sings
My angel Gabriel”
Gabriel — Lamb

Um mero ser com asas de cera. Um anjo. Ambos conseguem voar, ambos conseguem amar. Talvez um deles tenha se iludido demais. Iludiu-se tanto que suas asas caíram. O outro, com sua voz revela um melodia, cada vez que ele fala repercute no interior do outro. Talvez você seja o algo que me vislumbra.

Eu consigo voar, mas quero suas asas.
Eu consigo amar, mas quero o seu amor.

Quero suas asas, mas juntamente com você, assim poderemos voar cada vez mais alto. Juntos, poderíamos conhecermos mais coisas. Conhecermos melhor um ao outro. Amarmos um ao outro.

“Ir até que um dia
Chegue enfim
Em que o sol derreta
A cera até o fim”
Sonho de Ícaro — Byafra

Talvez eu seja o Ícaro.

Talvez você seja o sol.

Talvez o amor seja minhas asas.

Quando mais próximo de você eu chego, mais alto eu sei que será a minha queda. Será que valerá a pena? Talvez eu já tenha caído. Talvez seja só um sonho.

O sonho de Ícaro.

“ Put your wings on me, wings on me
When I was so heavy
Pour on a symphony
When I’m low, low, low, low”
Hymn For The Weekend — Coldplay feat. Beyoncé

Talvez todo esse amor tenha me feito frustado demais. Talvez cheguei ao ponto em que minhas asas derretem. Talvez não. Cheguei, elas derreteram e agora estou caindo.

Coloque suas asas em mim.

Por favor, coloque-as em mim, não me deixe cair.

Já estou muito baixo, talvez não aguente esta queda. Talvez me aproximei demais de você. Talvez tenha vislumbrado muito você. Talvez essa seja uma queda que eu não sobreviva. Talvez. Apenas coloque suas asas em mim.

“Quando o segundo sol chegar
Para realinhar as órbitas dos planetas”
Segundo Sol — Cássia Eller

Eu sou o Ícaro.

Você foi o meu sol.

Um sol que me ajudou a fazer fotossíntese, houve momentos em que consegui a minha energia através da sua ajuda. Mas com um pouco de esperança, na chegada de um segundo sol, eu consiga me reerguer. Talvez quando o segundo sol chegar, eu consiga alcançar.

Talvez.

Se existir um segundo sol.

Se.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.