Eu vejo a Deus!

Quando acordo a noite com o choro da minha filha, eu vejo a Deus!
Quando vejo o sorriso aliviado de quem recebe o perdão, eu vejo a Deus!
Quando a matemática não explica as contas fechando no final do mês, eu vejo a Deus!
Quando volto pra casa e recebo o beijo dela, eu vejo a Deus!
Quando tiro de mim o fardo, na roda de amigos no bar, eu vejo a Deus!
Quando vejo a coragem do oprimido com dedo em riste ao opressor, eu vejo a Deus!
Quando enxergo roteiros inimagináveis nas histórias de gente comum, eu vejo a Deus!
Quando vejo o bem sendo feito por gente que não confessa a mesma fé que eu, eu vejo a Deus!
Quando tomo banho de chuva, eu vejo a Deus!
Quando bebo água pura, eu vejo a Deus!
Quando lembro do meu pai, falecido estes dias, eu vejo a Deus!
Quando vejo minha mãe se reinventando, eu vejo a Deus!
Quando entendo a música, eu vejo a Deus!
Quando choro com um filme, eu vejo a Deus!
Quando estou em silêncio, eu vejo a Deus!
E mesmo quando não consigo enxergar, um toque lá na alma me faz lembrar que Ele é e é ali, neste lugar, que definitivamente eu vejo a Deus!