Marketing Para Arquitetos: 8 Dicas Para Içar Sua Imagem No Mercado!

Marketing para arquitetos

Marketing para arquitetos — Hoje, ele é essencial, como o seu lápis ou a sua prancheta.

A maioria dos arquitetos ou escritórios de arquitetura não tem um orçamento previsto, ou mesmo uma equipe, suficientemente equipada, para dedicá-los ao seu marketing.

Então, esses precisam ser inteligentes e estratégicos, para disseminar a própria imagem e trazer novos trabalhos.

Como vender serviços de arquitetura?

O marketing para arquitetos é factível e, em muitos aspectos, até sem custo, ou a um preço que cabe no próprio bolso.

Aqui estão 8 dicas para tornar as ações de marketing para arquitetos bem-sucedidas. Seu orçamento será capaz de gerar grandes resultados.

Se comparados aos investimentos em uma prospecção tradicional, como anúncios de TV, rádio, ou mesmo mídias impressas, eles serão excelentes!

1. Não subestime as mídias sociais

Elas constituem uma estratégia que a maioria dos arquitetos tem negligenciado, mesmo sabendo que nessas redes existam clientes potenciais.

A mídia social não é uma moda. É o lugar onde o público está falando sobre suas vidas. Arquitetos deveriam estar interessados em se juntar a essas conversas.

Lionel Scharly, do Scharly Designer Studio teve grande sucesso com a Houzz (rede social para arquitetos e designers):

“Cerca de seis meses atrás, fui diretamente contactado por um desenvolvedor, através do site que me pediu para fazer parte de um contrato de US $ 2 milhões para uma casa de luxo na Flórida”, diz ele.

“Eu estive em Houzz desde que começou há cerca de quatro anos, e está começando a ser realmente interessante.”

Veja, também é interessante que os arquitetos residenciais desenvolvam e otimizem perfis gratuitos como em Houzz. Além disso, usar as mídias sociais, como o Facebook ou Twitter, são recursos importantes de aproximação com o seu público.

Mas não apenas com uma simples página para o seu negócio. Converse. Ouça.

Forme um grupo nessa rede. Isso permite que você e seu escritório sejam mais criativos. Envie notificações aos perfis das pessoas, alertando para o novo conteúdo que você publicou.

Dialogar com as pessoas, certamente vai lhe trazer ideias, ao perceber no que dizem, seus anseios, motivações, suas metas de vida.

Modelagem em 3D obtida com Sketchup, o software de renderização mais usado no mundo

2. Crie confiança na sua marca

Se houver uma coisa, que você deve investir em seu limitado orçamento de marketing, faça dele seu site. O site é um dos principais componentes da sua marca.

Todo plano de marketing para escritório de arquitetura, de hoje para o futuro, começará com um website.

Mas certifique-se de projetá-lo tendo em mente seus clientes

A maioria dos sites de arquitetos são projetados para outros arquitetos. Nem sempre contam sua história aos clientes. Um rápido passeio pelas páginas publicadas e isto salta aos olhos.

Os clientes sua própria visão sobre arquitetos, e suas histórias costumam ser diferentes das que você imagina.

É seu trabalho substituir essa história pela sua.

Tudo o que você faz, faz parte da sua marca, não só o seu site, ou presença nas mídias sociais. Também as roupas que você usa, o carro que você dirige e a maneira como você apresenta seu escritório.

De acordo com o Sebrae, a marca é a soma total das experiências que os clientes têm com o seu negócio. Isso inclui os elementos visuais da sua empresa.

Mas também inclui o que você faz, como você faz, quais são as interações com seus clientes e o tipo de informação que você compartilha no seu marketing pessoal.

Todos esses elementos ajudam a estabelecer a confiança e a credibilidade do seu negócio.

3. Construa seu marketing de atração

Essa é a tradução para o termo inglês inbound marketing, relativamente novo nos escritórios de arquitetura.

Arrisco dizer que é novo para a maioria dos profissionais liberais e até empresas!

Mas por que usar, para a arquitetura, o inbound, o marketing de atração?

Antes de compreender porque ele está transformando a maneira do mundo fazer negócios, é importante pararmos para pensar sobre as formas tradicionais de se fazer marketing, o outbound.

No outbound marketing, o objetivo é encontrar clientes. Okay. No entanto, para conseguir isso, suas técnicas são intrusivas.

Ele precisa fazer o consumidor parar o que está fazendo, para prestar atenção aos seus anúncios.

Vemos isso nos comerciais das mídias faladas, televisivas e até nas impressas. A briga é por espaço e tempo.

Algo cada vez mais caro, e menos atraente, que só os grandes anunciantes são capazes de arcar

O consumidor está mudando. Ele não quer mais ser interrompido, nem ser obrigado a ver o que não quer.

O inbound marketing inverte as coisas. No ciberespaço as dimensões são infinitas.

Agora, é o consumidor quem vem até você, através das pesquisas pela internet. E o seu papel é capacitá-lo, como potenciais clientes.

O que você precisa conquistar é a sua atenção.

Ofereça conteúdos relevantes

Em vez de incomodar seu futuro cliente, procure informá-lo, educá-lo. Entregue informações úteis sobre o seu setor e sobre o seu negócio. Para que ele possa entrar em contato com você, quando desejar saber mais.

O marketing de atração deve ser dirigido ao cliente. Para ser encontrado por ele, quando ele assim o desejar.

Procure resolver os problemas dos seus futuros clientes. Conheça-os bem. E dê-lhes uma amostra da sua competência, gratuitamente.

Espalhe seus conteúdos relevantes pelas mídias sociais, como o Facebook, Linkedin, Twitter. Mas principalmente, abasteça seu site com o seu melhor. Depois, torne-se visível e disponível para o mundo.

Uma descrição mais detalhada como funciona o inbound marketing, o marketing de atração, você poderá obter neste outro artigo. E compreender porque ele é, agora, indispensável, para você e para o seu negócio.

4. Falando sobre o Pulo do Elevador

Em inglês, Elevator Pitch é um termo que circula nos artigos sobre empreendedorismo, que significa: gere uma boa impressão em menos de um minuto.

O networking é tudo o que você deve fazer para plantar suas sementes. É a melhor maneira é dizer às pessoas o que você faz. Do seu cabeleireiro ao barista, na sua loja de compras favorita e até no seu serviço de limpeza e lavanderia.

Você nunca sabe qual semente brotará e levará a um futuro cliente, diretamente ou através de conhecidos e conexões.

Por isso, é sempre providencial dizer às pessoas o que você faz.

O site M & R Marketing Group comenta que, ao falar sobre sua empresa e serviços ou produtos, a chave é ser real e autêntico:

“Ao procurar identificar e contar sua história, acima de tudo, seja relacional. Os relacionamentos são o veículo para todos os empreendimentos da vida, incluindo suas interações comerciais.”

“Nós acreditamos que você deveria almejá-los e cultivá-los.”

5. Obter Perspectivas para Opt In (demandas sob solicitação)

Uma das mais eficazes ferramentas, de marketing online de baixo custo, é enviar um boletim de e-mail regularmente à sua base de clientes.

O e-mail marketing

Sobretudo aos prospects interessados.

Prospect, ou buyer persona, é um internauta que conheceu seu site, ou viu alguma postagem sua nas redes sociais.

Ele gostou do seu conteúdo, passou a lhe seguir e que agora será tratado por você como um lead, seu provável cliente.

Um boletim informativo regular mantém você no top of mind, na memória ativa das pessoas. Alguém em seu círculo de relacionamentos, lembrará de você, quando precisar de um arquiteto.

Isso aumenta tremendamente as suas chances de contratação, em vez de outro arquiteto.

Encontre formas de coletar os e-mails de potenciais clientes. Seja através de interações pessoais ou de um formulário de inscrição no seu site. Construa sua base de contatos, com endereços quentes.

Chegar a eles, fornecendo informações com valor relevante e, ao mesmo tempo, dizer-lhes quem você é e o que você faz, é uma estratégia excepcional.

E pra lá de econômica!
O uso da realidade virtual é uma forte tendência do marketing para arquitetos

6. Fique na vanguarda da tecnologia do marketing para arquitetos

Muitos arquitetos de pequenos escritórios tardaram em adotar as novas tecnologias. Então, aprender ferramentas de visualização e virtualização em 3D, podem dar ao seu negócio uma vantagem sobre os outros.

Com o Sketchup, um software amigável e compreensível, você pode criar ótimas renderizações. E até mesmo produzir animações dos seus trabalhos.

Desenhando impressionantes e inovadoras apresentações, você vai encantar os seus clientes!

O uso de ferramentas de visualização em 3D não é, simplesmente, ótimo para começar o trabalho. Isso ajudará você a gerenciar as expectativas do seu cliente, ao longo de todo o projeto!

Ser capaz de transmitir o que você está trabalhando, quase instantaneamente, é a maior vantagem da tecnologia BIM (Building Information Modeling — Modelagem de Informações da Construção)!

Geoffrey Tears diz, em Mohle Design: “Já não temos de esperar pelo planejamento de espaço, para vários andares, ser completamente feito, para sabermos o que este edifício vai custar ou parecer”.

7. Envolva-se com a Comunidade

As estratégias de marketing online não são as únicas formas de baixo custo para comercializar sua pequena empresa.

Uma ótima estratégia offline é se envolver pessoalmente em grupos comunitários. Escolha um grupo que esteja alinhado com seu mercado alvo. Pode ser o seu mercado-alvo, ou você pode conectá-lo, através dessas pessoas.

Por exemplo, LePage e sua parceira e esposa, Annmarie McCarthy, do Fivecat Studio, uniram-se ao SPCA em Westchester County, New York.

E isso tem sido um ótimo veículo, para atender potenciais clientes de clínicas veterinárias, ou apenas amantes de animais, que desejem remodelar ou construir novas casas.

8. Mantenha os atuais clientes felizes

A melhor maneira de obter novos clientes é manter seus clientes existentes felizes. Porque a propaganda boca a boca continua sendo a mais poderosa ferramenta de marketing!

Inclusive no marketing para arquitetos!

A melhor maneira de manter seus clientes existentes felizes, é gerenciar suas expectativas e entregar o que lhes promete.

Parece até óbvio. Quando seus clientes estão felizes com você, eles gostam de falar sobre você.

Fazer um bom trabalho com seus projetos já realizados é a melhor maneira de você se comercializar. Porque as melhores e mais eficazes recomendações de credibilidade que você pode obter, são através de um cliente satisfeito.

Em outras palavras, mesmo quando você está projetando, você está comercializando. Então faça por onde isso somar positivamente à sua imagem.

As melhores ferramentas para você construir e manter seu relacionamento profissional, estão na internet. No ciberespaço, você estará sempre visível. E disponível. A qualquer hora, de qualquer lugar, para qualquer pessoa que se interesse por você ou pelo seu trabalho.

Pense: sua imagem positiva online pode estar a um clique de distância. O que está esperando?


Originally published at o2web.site on July 12, 2017.