MULHER DE VERDADE

Provavelmente o senso comum não te chamará de linda. É alta demais, baixa demais, magra demais ou gorda demais, muito pra frente, ou seria muito puritana. A estética é estática e você está em constante evolução mulher, não me lembro de beleza semelhante às suas espinhas, suas olheiras, as marcas da vida de quem marcou a vida de muitos. As bonecas de porcelana são lindas, mas frágeis e você transmite força, convida para o abraço. A TV exibe o erotismo que nem se compara a sua sensualidade, e te olhando caminhar talvez não pare o trânsito, mas ao abrir sua boca se enxerga o tamanho do seu coração e é por ele que nós nos apaixonamos todos os dias.

Sua independência intimida aqueles que querem te domar, afasta de ti todos os covardes que dificilmente reconheceriam sua superioridade. Te chamarão de insubmissa, mas com todo afeto e respeito você diz não ao sistema e desenha uma nova forma de viver, da qual sou fã, seu fã mulher!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Otávio Damichel’s story.