O trem musical de Joaquin Sabina

Imagine a seguinte situação: você vai trabalhar num dia de semana normal. Seu transporte usual é o trem, mais precisamente o metro. Lá está você na composição pensando na vida ou nas tarefas que o aguardam, quando de repente surge a voz rouca de Joaquin Sabina cantando no sistema de som do vagão. Pois isso aconteceu com os moradores de Madrid na semana passada. Todos os trens da capital espanhola passaram o dia reproduzindo "Lo Niego Todo", novo disco do dylan espanhol.

Desde 2009, Sabina não lançava um álbum solo. Se passaram quase dez anos desde o sucesso "Vinagre Y Rosas". Em 2012 veio "La orquesta del Titanic", em parceria com Joan Manuel Serrat. Os fãs já estavam um pouco inquietos, pois sentiam saudades do Sabina roqueiro, das letras sobre amores despedaçados e das melodias solitariamente grandiosas.

A boa notícia é que "Lo Niego Todo" é um grande disco. Mesmo sem se arriscar por terrenos desconhecidos, a obra é uma das melhores da carreira de Joaquin Sabina. Ali estão grandes canções como "Quien Más, Quien Menos", a balada "Lo Niego Todo", a autobiográfica "Las Noches de Domingo Acaban Mal", o flamenco "Churumbelas" e o reggae "?Qué Estoy Haciendo Aqui?". Uma semana depois do novo do Charly Garcia, agora é hora de desfrutar de outro grande retorno. Bienvenido de vuelta, Sabina!

Ouça o disco aqui: https://open.spotify.com/album/2x3RmoJMCnirFKl6iTODhp

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Otto Herok Netto’s story.